quarta-feira, 6 de outubro de 2021

INSS: 5 milhões de aposentados e pensionistas precisam fazer prova de vida


 
Foto: Reprodução

Quase 5 milhões de pessoas ainda precisam realizar a prova de vida do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) até o ano que vem. Entre o final do ano passado e agosto de 2021, 31,2 milhões de pessoas fizeram a prova de vida e regularizaram alguma pendência cadastral no Instituto.

Sem a prova de vida, aposentados e pensionistas não conseguem acessar benefícios na conta do INSS. Com a pandemia, a prova foi suspensa, mas voltou a ser obrigatória a partir de 1° de junho.

Para conferir se é necessário realizar a prova de vida, o segurado precisa acessar o site ou aplicativo do Meu INSS, ou pelo telefone 135 (veja mais abaixo). Quem perder o prazo de atualização do cadastro pode perder o benefício.



Inicialmente o pagamento é suspenso por 6 meses e extinto após o período. Se isso acontecer, será preciso comparecer ao banco no qual é feito o pagamento, realizar a prova de vida e o benefício será liberado novamente.

Pessoas com cadastro biométrico no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) ou no Departamento de Trânsito (Detran) também conseguem fazer a prova de vida pelo “Meu INSS” e não é necessário sair de casa para resolver a pendência.

Como solicitar a reativação de benefício no INSS?
– Faça login no Meu INSS;

– Clique na opção “Agendamentos/Solicitações”;

– Clique em “Novo Requerimento”;

– Selecione o serviço que você quer;

– Clique em “Atualizar”;

– Confira ou altere seus dados de contato e depois clique em “Avançar”;

– Preencha os dados necessários para concluir o seu pedido.

Quais documentos preciso levar?
Segundo o INSS é necessário número do CPF e número do benefício. Em alguns casos é solicitado procuração ou termo de representação (tutela, curatela, termo de guarda).

Com informações do site: Isto É Dinheiro