quinta-feira, 28 de outubro de 2021

FDR lista todos os vulneráveis que podem receber o Auxílio Brasil


 
Foto: Reprodução
O Auxílio Brasil será pago a partir de novembro, após o fim do auxílio emergencial. O novo programa do governo irá ampliar a média de pagamento do Bolsa Família e o número de beneficiários.

A ideia do governo é aumentar número de beneficiários do Bolsa Família, que hoje é de 14,6 milhões para cerca de 17 milhões. Além disso, pretende aumentar a média de pagamento, que hoje é de R$ 192 para R$ 300 ou R$ 400.

Os beneficiários do Bolsa Família serão remanejados para o Auxílio Brasil de forma automática. A inclusão dos novos contemplados deve seguir os mesmos critérios que hoje são usados. Veja abaixo os atuais critérios do programa assistencial:

Ter renda familiar per capita de até R$ 89; ou
Ter renda familiar per capita de até R$ 178 (no caso de famílias que tenham em sua composição gestantes, nutrizes, crianças e/ou adolescentes até 17 anos);
Estar inscrito no Cadastro Único (CadÚnico) para programas sociais do Governo Federal;
Estar com dados atualizados no CadÚnico há, pelo menos, dois anos.

Com informações do site: FDR