quinta-feira, 14 de outubro de 2021

Dilma Rousseff e Ciro Gomes trocam farpas após deboche de ex-presidente: ‘Continua com apenas 1 dígito’


 
Foto: Reprodução
A ex-presidente Dilma Rousseff (PT) e o pré-candidato à presidência Ciro Gomes (PDT-CE) protagonizaram um verdadeiro bate-boca durante a tarde de hoje (13) pelo Twitter. Tudo começou depois que Dilma condenou a forma com que o político vem reagindo à sua aprovação nas pesquisas de intenção de voto.

“Ciro Gomes está tentando de todas as formas reagir à sua baixa aprovação popular. Mais uma vez mente de maneira descarada, mergulhando no fundo do poço”, escreveu a ex-presidente. “O problema, para ele, é que usa este método há muito tempo e continua há quase uma década com apenas 1 dígito nas pesquisas”, alfinetou.
‘Guarde suas ofensas’
Pouco mais de uma hora depois do tuíte de Dilma, Ciro Gomes se manifestou em sua conta do Twitter. Na ocasião, ele não economizou palavras e disse se arrepender de ter lutado contra o impeachment da ex-presidente em 2016.

“Na vida nunca menti. Mas errei algumas vezes. Uma delas quando lutei contra o impeachment de uma das pessoas mais incompetentes, inapetentes e presunçosas que já passaram pela presidência”, escreveu.
Na sequência, ele diz que Dilma preferiu “estar ao lado dos que a traíram” e a agradece por “me poupar da sua incômoda companhia”. Ciro chega a afirmar, ainda, que o ex-presidente Lula “conspirou” a favor da queda de Rousseff.

“Quem sabe, ele estava retribuindo seu gesto de não aceitá-lo candidato (Ingratidão? Chantagem?). No fundo, vocês dois se merecem. Mas o Brasil merece pessoas melhores que vocês. Guarde suas ofensas e diatribes para quem possa ter medo de você”, concluiu.
‘Encerro esta polêmica por aqui’
Ainda durante a tarde de hoje, Dilma Rousseff resolveu colocar um basta no assunto. Em uma nova sequência de tuítes, a ex-presidente chama Ciro Gomes de misógino e o compara com o presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

“Ciro sistematicamente distorce os fatos. E, nisso, não se difere em nada de Bolsonaro. Ambos adoram quando os alvos de suas agressões reagem. Precisam disso para obter likes e espaço na mídia. É disso que se alimentam”, pontuou.

“Infelizmente para Ciro, encerro esta polêmica estéril por aqui. O Brasil precisa é discutir a gravíssima crise democrática, social, sanitária e econômica em que se encontra. Lamento ter, em algum momento, dado a Ciro Gomes a minha amizade”, termina Dilma.

 

Com informações do site: bhaz