segunda-feira, 25 de outubro de 2021

Concurso IBGE: inscrições serão retomadas em dezembro de 2021, afirma supervisor


 
Foto: Reprodução
O concurso IBGE, que ofertaria mais de 204 mil vagas para a realização do Censo Demográfico foi oficialmente cancelado no dia 18 de outubro de 2021. Entretanto, a retomada da seleção já está ocorrendo a todo vapor. Até porque o supervisor de disseminação de informação do instituto no Piauí, Eyder Mendes, divulgou as datas previstas para as novas inscrições, bem como o período de aplicação das provas objetivas.

O anúncio foi transmitido na última quinta-feira, dia 21 de outubro de 2021. “Nós devemos ter uma nova empresa fazendo esse certame. Inclusive, já temos até as datas definidas”, comunicou Mendes. De acordo com o supervisor, as inscrições para os cargos de Agente Censitário Supervisor e Municipal devem ocorrer entre 01 e 23 de dezembro.

Ele também informou que as provas para Agente Censitário Municipal e Supervisor deverão ser aplicadas provavelmente no dia 23 de janeiro de 2022. Para o cargo de Recenseador, o data seria distinta: 30 do mesmo mês.

Concurso IBGE para Censo: cancelamento e retomada
Vale lembrar que tanto realização do concurso IBGE como do Censo, deveriam ter ocorrido no ano passado. Devido ao contexto de pandemia, ambos os procedimentos foram cancelados pelo instituto. O certame foi novamente suspenso em abril de 2021, mas por outro entrave identificado pelo IBGE: redução no orçamento para o Censo.

Isso ocasionou no anúncio oficial do cancelamento do contrato com o Cebraspe, que ocorreu no segundo semestre de outubro de 2021. As taxas de inscrições, inclusive, serão devolvidas em data a ser definida, conforme anunciou o IBGE. Por outro lado, a Secretaria Especial do Tesouro e Orçamento autorizou, recentemente, a complementação de cerca de R$ 292 milhões.

Com a emenda ao Projeto de Lei Orçamentária Anual (PLOA) de 2022, a pesquisa deverá receber o montante de R$ 2.292.907.087. Isso fez com que o IBGE já adiantasse seus preparativos para a retomada do concurso, visando realizar o Censo Demográfico, bem com as contratações, durante os primeiros meses de 2022.

Lembrando que, em 2021, o IBGE havia liberado os editais de abertura para a seleção que acabou sendo cancelada. É possível que as mesmas regras sejam mantidas para a retomada do concurso. No entanto, é necessário aguardar confirmações do próprio Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.

Concurso IBGE: vagas que podem ser ofertadas
As vagas anteriormente liberados foram para os seguintes cargos:

Recenseador: 181.898 vagas para profissionais de nível fundamental;
Agente Censitário Municipal: 5.450 vagas para profissionais de nível médio;
Agente Censitário Supervisor: 16.959 vagas para profissionais de nível médio.
Pela lei, o Censo Demográfico deve ser feito uma vez a cada 10 anos. Devido à pandemia e cortes orçamentários, ocorreu adiamento nos anos de 2020 e 2021. Atualmente, já são 11 anos de dados desatualizados. Isso acaba prejudicando a implantação de políticas públicas no país.

Concurso IBGE 2021: quais são os requisitos?

Conforme os editais anteriores, aqueles que forem aprovados no concurso IBGE deverão cumprir alguns requisitos para garantir o ingresso no quadro de temporários. Confira:

Ter a nacionalidade brasileira ou portuguesa, seguindo o que está consolidado na legislação sobre o tema;
Estar em gozo dos direitos políticos (todos) e quite com as obrigações militares, se do sexo masculino;
Estar quite com as obrigações eleitorais e ter idade mínima de 18 anos;
Ter aptidão física e mental para o exercício das atribuições da função;
Não estar incompatibilizado para assumir a função, dentro do que está disposto no art. 6º da Lei nº 8.745/1993 e no art. 37, § 10 da Constituição Federal/1988;
Apresentar declaração de próprio punho de que não se encontra na condição de sócio-gerente ou administrador de sociedades privadas.

Concurso IBGE: cargos

Recenseador

Para Recenseador no concurso IBGE, o principal requisito geralmente é ter ensino fundamental completo. Já a remuneração não é definida, tendo em vista que os contratados recebem conforme sua produção. Esse cálculo é feito pela soma de alguns fatores, como tipo de questionário, pessoas recenseadas e registro no controle da coleta.

O concurso IBGE para Censo Demográfico, ano de 2021, estabelecia carga horária semanal mínima de 25 horas e máxima de 50 para realizar tarefas, como:

Manusear o serviço de mensagens do dispositivo móvel de coleta;
Apresentar-se ao informante com o uniforme e o crachá de identificação fornecido pelo IBGE;
Coletar as informações do Censo Demográfico 2020 em todos os domicílios do setor censitário que lhe foi atribuído;
Manter o sigilo dos dados emitidos pelo informante, além de consultar relatórios diversos de acompanhamento de coleta.

Os contratos firmados por meio do concurso IBGE possuem duração de três meses, em média.

Agente Censitário Municipal

O cargo no concurso IBGE geralmente requer ensino médio completo e conta com remuneração de R$ 2.100,00 para jornadas de 40 horas semanais. São algumas atribuições do Agente Censitário Municipal:

Acompanhar as atividades da coleta de dados;
Acompanhar o Agente Censitário Supervisor no início da coleta da pesquisa urbanística;
Equipar, administrar, organizar e zelar pelo Posto de Coleta;
Acompanhar o registro de frequência dos Agentes Censitários Supervisores;
Divulgar o Censo em toda sua área de atuação; e
Manter organizada toda a documentação administrativa.
Os contratos possuem duração de cinco meses, em média.

Agente Censitário Supervisor
A remuneração, conforme os editais anteriores, é de R$ 1.700,00 para 40 horas semanais. São algumas tarefas do Agente Censitário Supervisor, que requer nível médio completo:

Acompanhar os Recenseadores em campo para esclarecimento de dúvidas;
Adotar as providências relativas à contratação, prorrogação de contratos e desligamento de Recenseadores;
Auxiliar os Recenseadores na solução dos casos de recusa ou resistência de informantes em atendê-los;
Colaborar na organização e na administração do Posto de Coleta;
Dirigir veículo oficial ou locado pela Instituição, caso possua habilitação;
Elaborar e transcrever textos e/ou planilhas em dispositivos eletrônicos;
Fazer registros administrativos e de controle da coleta de dados;
Auxiliar os Recenseadores na solução dos casos de recusa ou resistência de informantes em atendê-los.

Os contratos têm duração de cinco meses, em média.

Concurso IBGE: provas

Ao se inscreverem nos editais anteriores, os candidatos tiveram que indicar a localidade em que pretendiam trabalhar e, também, o município para aplicação das provas. As avaliações objetivas seriam realizadas nos dias 18 e 25 de abril de 2020, respectivamente para ACM/ACS e Recenseador.

Como o Cebraspe organizaria a etapa eliminatória, cada uma contaria com questões de Certo (C) e Errado (E), com pontuação seguindo o método Cespe. Veja o que poderá ser abordado no novo concurso IBGE:

Língua Portuguesa;
Matemática;
Ética no Serviço Público;
Noções de Administração/Situações Gerenciais (apenas para Agente Censitário);
Conhecimentos Técnicos, baseados na Apostila do IBGE disponível no site da banca.
Os candidatos a Recenseador, inclusive, também participariam de um treinamento feito pelo próprio IBGE. Essa fase teria caráter eliminatório e classificatório, no sentido de capacitar os profissionais para a aplicação de conceitos e de procedimentos estabelecidos para o Censo Demográfico.

Concurso IBGE: editais anteriores

Os editais do concurso IBGE que seria realizado no início de 2021, por sua vez, podem ser encontrados no site do Cebraspe:

Edital para Recenseador;
Edital para Agente Censitário Municipal e Agente Censitário Supervisor.

Vale lembrar que o contrato com o Cebraspe foi cancelado, conforme informou o IBGE. A nova banca organizadora deverá ser anunciada ao longo dos próximos dias.

Com informações do site: Concursos no Brasil