terça-feira, 26 de outubro de 2021

Como saber o código da família no Cadúnico?


 
Foto: Reprodução

Com o fim do auxílio emergencial 2021 e as dúvidas sobre quem tem direito ao Auxílio Brasil, como saber o código da família no Cadúnico. Isso porque, o Cadastro Único para Programas Sociais se torna a principal forma para se ter acesso a outros benefícios sociais.

Além disso, o sistema reúne informações sobre cada família de baixa renda brasileira e também dados individuais dos membros de tais núcleos familiares. Isso ajuda o governo a planejar ações de amparo social e guia as políticas públicas de acesso à moradia, educação e saúde, por exemplo. 

Dessa forma, as informações são condensadas em dois códigos gerais do CadÚnico, sendo um o Número de Identificação Social (NIS) e o outro o código da família no cadúnico. Assim, é por meio desses códigos que o governo pode rastrear a situação dos inscritos, sendo assim, eles serão solicitados nos cadastros de cada programa social. 

O que é o código da família no CadÚnico?

Enquanto o NIS fornece informações sobre cada cidadão, de forma individual, o código da família no Cadúnico exibe informações sobre todo o núcleo familiar. Assim, o NIS pode dizer o nome, RG, profissão, sexo, idade e outras informações pessoais. 

Mas, somente com o código da família no Cadúnico o governo tem como saber dados gerais sobre cada família, como número de membros, local de moradia, renda familiar. Outra diferença que é importante ser lembrada é o tamanho de cada código. O NIS, por exemplo, tem apenas 11 dígitos, enquanto o código da família tem 8.

Como saber o código da família no CadÚnico?



Para ter como saber o código da família no CadÚnico, será necessário fazer uma consulta para confirmar se o usuário já tem o cadastro. O processo para descobrir o código da família no CadÚnico é online e gratuito. Siga o passo a passo abaixo para o seu:

Entre no site do CadÚnico (https://meucadunico.cidadania.gov.br/meu_cadunico/)
No meio da tela você verá a tabela de consulta, basta preencher os dados solicitados, sendo eles:
Nome completo 
Data de nascimento 
Nome completo da Mãe 
Estado e Município
Com as informações inseridas corretamente, é só selecionar a caixa “não sou um robô” e clicar em “Emitir Certidão”
O arquivo gerado serve como um comprovante de inscrição no CadÚnico e apresenta tanto o código da família quanto o NIS. 

Como faço para me cadastrar no Cadúnico?

Responsável pelos programas sociais do Brasil, o Ministério da Cidadania adverte que não é possível realizar o cadastro no CadÚnico pela internet. Isso ocorre porque o CadÚnico pede que um membro de cada família inscrita se identifique como o responsável por todos do núcleo familiar.

O sistema pede ainda que esse responsável seja preferencialmente uma mulher acima de 16 anos. A justificativa do pedido é de que o governo precisa sempre ter uma pessoa capaz de informar sobre a realidade de cada família. Por isso, o cadastro no CadÚnico precisa ser feito em uma da unidade dos Centro de Referência de Assistência Social. 

Em razão da pandemia de Covid-19, o Governo Federal o disponibiliza excepcionalmente, por tempo indeterminado a possibilidade de se inscrever por telefone por meio do número 0800 707 2003. Além disso, a central de atendimento funciona de 07h às 19h durante a semana e de 10h às 16h nos finais de semana e feriados para esclarecimento de dúvidas.

A responsável familiar deverá comparecer a um ponto de atendimento com os seguintes documentos:

CFP ou Titulo de Eleitor do representante familiar
Registro Administrativo de Nascimento Indígena (RANI) para caso de indígenas
Além disso, é preciso que ela leve no mínimo um dos seguinte documentos de cada um dos outros membros da família:

Certidão de Nascimento
Certidão de Casamento
CPF
Carteira de Identidade
Carteira de Trabalho
Título de Eleitor
Comprovante de endereço (opcional)
Declaração de matrícula escolar das criança (opcional)

Quem pode fazer o Cadastro Único?

O programa destina-se para pessoas de de baixa renda, em situação de pobreza ou extrema pobreza. Assim, para fazer o Cadastro Único, a família precisa:

Ter renda mensal por pessoa de até meio salário mínimo R$ 522,50
A soma da renda de todos os membros da família não pode ser maior do que três salários R$ 3.135,00


Com informações do site: dci