quarta-feira, 6 de outubro de 2021

Carnê GPS de recolhimento do INSS não poderá mais ser usado; entenda


 
Foto: Reprodução
Os contribuintes que usam a GPS (Guia de Previdência Social) para o recolhimento mensal das contribuições dos segurados ao INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) devem ficar atentos às mudanças que vão ocorrer na guia.

Atualmente, o documento é fornecido pelo site da Receita Federal do Brasil, ou ainda comprando um carnê nas papelarias com preenchimento manual, popularmente conhecido como laranjinha.


No entanto, conforme publicação do INSS no Diário Oficial da União (DOU) no dia 11 de agosto, os dias desta guia estão contados e passa a ter obrigatoriedade da GRU (Guia de Recolhimento da União).

Desde o dia 1º de setembro, os contribuintes já podem realizar o recolhimento pelo GRU. O carnê GPS e outros meios de pagamentos poderão ser utilizados até o dia 30 de junho de 2022, quando entra em vigor o o novo sistema GRU, que será obrigatório para todos.

Com informações do site: