quarta-feira, 13 de outubro de 2021

Amazon Web Services oferece cursos gratuitos de qualificação em nuvem no Brasil


 
Foto: Reprodução
O programa AWS re/Start, que prepara profissionais para carreiras de nível básico em nuvem, acaba de anunciar o lançamento das primeiras colaborações no Brasil, nas cidades de Curitiba, Fortaleza e São Paulo. Elas se juntam a iniciativas na Ásia-Pacífico, Europa e outros países das Américas.


Não há custo para os participantes e eles não precisam ter experiência anterior no segmento. Os primeiros cursos em Curitiba e São Paulo já estão disponíveis e são operados pela Fundación Compromisso, por meio do programa Campinho Digital. “Existe um alto nível de talento nas comunidades carentes”, aponta Luis Parenti, diretor do Campinho Digital. “A formação e a inserção dessas pessoas ajudarão a atender às demandas do mercado digital.”

Em Fortaleza, as inscrições serão abertas em 20 de outubro e as aulas vão ocorrer em janeiro em colaboração com o Senac Ceará. “Além de capacitar para os serviços de computação em nuvem e abastecer o ecossistema de tecnologia da informação do Estado, a iniciativa promove inclusão social ao atingir o público elegível”, afirma Luiz Gastão Bittencourt, presidente do Sistema Fecomércio-CE.

Duração do treinamento

O treinamento tem duração de 12 semanas em período integral ou de 24 semanas em meio período. O re/Start prepara os participantes para funções de nuvem de nível básico, incluindo operações em nuvem, suporte de infraestrutura, programação, segurança, fundamentos de banco de dados e funções técnicas de suporte comercial. Além disso, inclui reforço em habilidades práticas de carreira, como entrevistas e redação de currículos.

A Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação e Tecnologias Digitais (Brasscom) aponta um déficit potencial anual de 24 mil profissionais de tecnologia da informação no Brasil. Em 2019, o número de formados foi de 46 mil alunos e a demanda estimada, entre 2019 e 2024, chegará a cerca de 70 mil por ano.


Paulo Cunha, diretor-geral para o setor público da AWS na América do Sul, diz que é fundamental expandir o programa para preparar desempregados ou subempregados para trabalhar com a nuvem AWS. “Com essa iniciativa, também apoiamos nossos clientes e parceiros locais na busca por talentos”, afirma.

O programa AWS re/Start quer apoiar 29 milhões de pessoas em todo o mundo a desenvolver habilidades em computação em nuvem gratuitamente até 2025. Empresas interessadas em saber mais sobre como participar do AWS re/Start, podem preencher o formulário de interesse do empregador ou visitar o site.


Com informações do site: Canaltech