segunda-feira, 13 de setembro de 2021

Opções de investimentos a partir de R$ 100 com BAIXO risco


 
Foto: Reprodução

O mercado possuí investimentos de alto risco, mas também há opções para aqueles que desejam investir começando com pouco. Há investimentos a partir de R$100 e de baixo risco. Saiba quais são.

Um dos investimentos mais seguros do mercado é o Tesouro Direto, que possui liquidez diária e os papéis podem ser negociados diariamente.

O que é o Tesouro direto?

O Tesouro Nacional foi criado em 2002, como o órgão responsável pela gestão da dívida pública, permitindo que pessoas físicas comprem papéis do governo federal pela internet.

Sendo assim, ao comprar um título do Tesouro Direto o investidor está emprestando dinheiro ao governo.

O Tesouro ficou popular por ser uma das modalidades de investimento mais democráticas. Permitindo fazer aplicações com valores muito baixos, a partir de R$ 30, além de oferecer liquidez diária para todos os papéis.

Na plataforma do Tesouro Direto, há várias opções de títulos públicos à venda para perfis diferentes de investidor. É possível escolher diferentes indexadores, prazos de vencimento e fluxos de remuneração.

No ano de 2020, o Tesouro direto fechou o ano com 1.443.685 investidores, o que representa um crescimento de 20,19% em relação ao fim do ano de 2019.

Quais os tipos de investimento?

Selic: o rendimento segue a variação da taxa básica de juros da economia;
Prefixado: a rentabilidade é definida no momento da aplicação, portanto, prefixada;
IPCA: a remuneração é formada pela variação do IPCA no período mais a taxa de juros do momento da compra do título.

CDB

O Certificado de Depósito Bancário (CDB), é um título emitido pelos bancos para captar recursos. É mais uma opção de investimento para começar com R$100 reais.

Sendo assim, o investidor “empresta” dinheiro aos bancos que, em contrapartida, devolve a quantia aplicada com uma remuneração, conforme o prazo do vencimento do título.

Fundo de investimento

O fundo é uma aplicação acessível, com opções para todos os investidores. Esses fundos são aplicações de um conjunto de investidores, que são chamados de cotistas. 

Quais os tipos de investimento?

Curto prazo: títulos com vencimento menor do que um ano, o que garante baixo risco e alta liquidez;
Renda fixa: aplicação de capitais em títulos de renda fixa, sejam públicos ou privados;
Ações: ao menos, são necessários 67% dos recursos aplicados na bolsa de valores;
Multimercados: misto de investimentos, como ações, renda fixa e imobiliário.


Com informações do site: fdr