terça-feira, 14 de setembro de 2021

Lucro do FGTS veja como consultar o saldo que você recebeu em agosto


 


Foto: Reprodução

A Caixa Econômica Federal liberou aos trabalhadores no mês de agosto R$ 8,129 bilhões, montante este referente ao rendimento do lucro do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) ao longo de 2020. Assim, para que o trabalhador pudesse ter direito a distribuição pago em agosto, bastava que o trabalhador tivesse saldo nas contas vinculadas ao fundo até 31 de dezembro de 2020.

O lucro do FGTS costuma ser pago sempre no mês de agosto e é referente ao rendimento do ano anterior. Com o repasse dos valores os trabalhadores já podem realizar a consulta para verificar quanto recebeu. Vale lembrar que quanto mais saldo em conta até 31 de dezembro de 2020, mais o trabalhador recebeu.

Com o repasse dos lucros a rentabilidade total do FGTS chegou a 4,92% ao longo de 2020. Dentre esse índice de lucro, o mesmo é composto pela correção anual do fundo de 3% ao ano, a variação da Taxa Referencial (que está zerada) e o lucro distribuído pela Caixa.

Como consultar o valor que recebi?
Antes de explicarmos o valor exato que o trabalhador recebeu, é importante lembrar que o montante não costuma ser muito alto, isso porque, para a distribuição dos R$ 8,129 bilhões, o Conselho Curador do FGTS (CCFGTS) determinou o repasse de 1,86%.

Sendo assim, para encontrar o valor a receber, basta multiplicar o saldo que o trabalhador tinha em conta x 1,86%. Confira alguns exemplos:

Trabalhador com saldo de R$ 100 até 31 de dezembro de 2020 — Recebeu R$ 1,86
Trabalhador com saldo de R$ 1000 até 31 de dezembro de 2020 — Recebeu R$ 18,64
Trabalhador com saldo de R$ 3000 até 31 de dezembro de 2020 — Recebeu R$ 55,89
Trabalhador com saldo de R$ 5000 até 31 de dezembro de 2020 — Recebeu R$ 93,15
Trabalhador com saldo de R$ 10000 até 31 de dezembro de 2020 — Recebeu R$ 186,30
Consulta do saldo
É possível consultar o saldo do FGTS no site da Caixa ou pelo aplicativo disponível para iPhone e Android. É preciso se cadastrar no sistema do banco antes de realizar a conferência. Para isso, insira o Número de Identificação Social (NIS) ou CPF e clique em “Cadastrar”. Preencha os dados solicitados e confirme a inscrição.

Em seguida, retorne à tela de acesso e entre, novamente, com o NIS ou CPF e a senha criada durante o cadastro. É possível, ainda, fazer login usando o endereço de email.

No acesso pelo site do FGTS, selecione no menu superior a opção “FGTS” e, em seguida, “Extrato”. Serão exibidas as seis entradas mais recentes da conta que tiver sido criada por último – para quem trabalha de carteira assinada, será a conta referente ao emprego atual. Para verificar todas as entradas e outras contas, de empregos anteriores, no mesmo menu selecione a opção “Extrato completo”


Com informações do site: jornalcontabil, RicardoJunior