domingo, 19 de setembro de 2021

Estão abertas as inscrições para o Congresso de Jornalismo de Educação;


 
Foto: Reprodução
Estão abertas as inscrições para o 5º Congresso Internacional de Jornalismo de Educação, promovido pela Jeduca (Associação de Jornalistas de Educação). Neste ano, o tema é “A educação e as desigualdades na pandemia”. O evento é gratuito e acontece entre os dias 27 de setembro e 1 de outubro e, pela segunda vez, em formato online por causa da epidemia de covid-19.

As inscrições são gratuitas, com possibilidade de pagamento voluntário, e podem ser feitas no site. Todas as sessões serão ao vivo, transmitidas no mesmo site de inscrição e com tradução em Libras.

Entre os participantes confirmados, estão Jurema Werneck, Suelaine Carneiro, Arminio Fraga, Hélio de La Peña, Miriam Leitão, Jairo Marques e Adriana Carranca. Também vão compor os debates os professores Abdeljalil Akkari, da Universidade de Genebra (Suíça) e Douglas Ready, da Universidade de Columbia (EUA).

A programação do Jeduca 2021 se estenderá por cinco dias, distribuída em 11 mesas de debate e 4 mini-cursos, que aprofundam as causas e efeitos das desigualdades educacionais, intensificadas por causa da pandemia, numa diversidade de perspectivas e enfoques: socioeconômico, étnico, raça, de gênero e da deficiência.

A abertura do congresso será na segunda-feira, 27, às 10h, com o encontro entre o redator de humor Hélio La Peña (que foi criador da TV Pirata e integrou o grupo Casseta & Planeta) e as Pretinhas Leitoras, iniciativa criada pelas irmãs Eduarda Ferreira, Helena Ferreira e Elisa Ferreira, que promove a discussão antirracista a partir do protagonismo negro, feminino e infantil. A mediação será da jornalista Tatiana Vasconcellos, da rádio CBN.

Como ocorreu em todas as edições do congresso da Jeduca, a programação contempla tanto mesas sobre questões da área da educação ou que impactam nela, quanto sessões sobre o fazer jornalístico.

No primeiro dia do congresso, a jornalista e vice-presidente da Jeduca, Renata Cafardo, vai mediar a mesa “Desigualdades educacionais, covid-19 e pós-pandemia”, que enfoca a evasão de estudantes pobres e negro, com participação de Julia Ribeiro (Unicef), Suelaine Carneiro (Geledés Instituto da Mulher Negra), Lília Melo (professora da rede estadual do Pará) e Vitor Zanelatto (estudante de Biologia da Universidade Federal de Santa Catarina).

No mesmo dia, o advogado Irapuã Santana e o jornalista Jairo Marques participam do debate “O jornalismo está atento às desigualdades?”, com mediação da jornalista Yasmin Santos.

O olhar sobre o jornalismo de educação também está presente nas mesas “Como tornar mais atrativa a cobertura jornalística sobre desigualdade”, na quarta-feira, 29, nas sessões “Grandes reportagens” e “A cobertura de educação no governo Bolsonaro” — estas duas na quinta, 30, — e no debate “Professores e a imprensa”, na sexta, 1°.

No campo da educação, estão programadas mesas sobre o presente e o futuro das avaliações, educação indígena e um debate sobre as desigualdades educacionais a partir da perspectiva da economia e dos direitos humanos.

Outro destaque é a mesa internacional sobre “Ciência e desigualdade”, com participação de Abdeljalil Akkari (Universidade de Genebra - Suíça), Douglas Ready (Universidade de Columbia – Estados Unidos), Flavio Comim (Universitat Ramon Llull - Barcelona e  Universidade de Cambridge). A mediação será de Mariana Tokarnia, jornalista da EBC e diretora da Jeduca.

Os mini-cursos serão: “Pandemia na educação: hoje e amanhã”, com Ernesto Martins Faria (Iede), “Entendendo os números: transformações sociodemográficas no Brasil”, com José Eustáquio Diniz Gomes (pesquisador independente), “Como evitar e recorrer de negativas da LAI”, com Maria Vitória Ramos (Fiquem Sabendo) e “Educação inclusiva: avanços e desafios”, com Rodrigo Hübner Mendes (Instituto Rodrigo Mendes) e mediação de Raphael Preto Pereira.

O 5º Congresso Internacional de Jornalismo de Educação conta com o patrocínio de Fundação Lemann, Fundação Telefonica Vivo, Instituto Unibanco, Itaú Social, Itaú Educação e Trabalho, e apoio do Colégio Rio Branco e Loures Consultoria.

Com informações do site: exame, Bússola.