terça-feira, 21 de setembro de 2021

Caixa Tem: Pedro Guimarães anunciou novo Crédito de até R$ 3.000 voltado para famílias com baixa renda


 
Foto: Reprodução

Em entrevista ao programa CB. Pedro Guimarães, presidente da Caixa Econômica Federal, disse que o foco é ajudar pequenas empresas e pessoas de baixa renda. Assim, através da Caixa Tem será possível ter acesso às novas linhas de crédito.

"O grande empresário recebe créditos de bancos privados, de bancos internacionais", disse ele. "O pequeninho, ninguém quer."

Acompanhe mais detalhes dos tópicos discutidos na entrevista.

Caixa Tem: Pequenas e pessoas fisícas

Questionado se o auxílio para pequenas empresas também seria estendido a pessoas físicas, Guimarães citou que, como o simples titular da conta entra na Caixa, tem acesso a uma série de serviços, incluindo créditos.

Ele explica que atualmente existem três grandes grupos dentro da Caixa: clientes que são do Bolsa Família, que terão outro nome, Auxílio Brasil, que são aqueles que não têm renda ou têm renda muito baixa.

Eles precisam receber uma transferência de renda, não é possível dar crédito a essas pessoas porque elas não têm renda. Além disso, ele menciona que há clientes que têm um emprego formal; e aqueles que são chamados de "invisíveis", segundo Paulo Guedes, ou seja, aqueles que têm renda mas são informais.

"Vamos lançar um programa de microfinanças para essas pessoas", disse o presidente do banco.

Quando poderei acessar o crédito?

Em outra ocasião, em evento de inauguração de um complexo de captação e tratamento de água em Uberlândia (MG), Pedro Guimarães projetou o anúncio do novo serviço de crédito:

"Em cerca de duas ou três semanas, o presidente anunciará uma revolução no mercado financeiro. A Caixa fará a maior operação de crédito da história do Brasil. Mais de 100 milhões de pessoas terão uma linha diferenciada na Caixa. Espero que seja uma coisa histórica, focada em quem tem menos", disse Guimarães durante o evento.

Aplicativo Caixa tem

Como sabemos, o Caixa Tem é o aplicativo que foi desenvolvido pela Caixa para facilitar o acesso dos brasileiros aos serviços e transações bancárias de sua conta poupança digital. Agora foi usado para unificar pagamentos de ajuda emergencial.

Com informações do site: Rede Brasil News