terça-feira, 14 de setembro de 2021

Auxílio Emergencial: número de beneficiários cai e agora é de 35,4 milhões


 
Foto: Reprodução
O número de beneficiários do Auxílio Emergencial caiu mais uma vez entre os pagamentos da quarta e da quinta parcela do benefício. Os próprios dados do Ministério da Cidadania, que é a pasta que responde pelo programa, mostram isso. Neste momento, o número de usuários está na casa das 35,4 milhões de pessoas.

Vale lembrar que o Governo Federal começou os pagamentos do programa ainda no ano passado. Naquela situação, o objetivo já era atender os informais que estavam passando por dificuldades durante a pandemia do novo coronavírus. Naquele primeiro momento, o benefício acabou chegando na casa de algo em torno de 70 milhões de pessoas.

Em setembro, aliás, quando o projeto passou a ser residual, o programa sofreu a primeira queda e teve a primeira diminuição no número de usuários. O benefício passou a atender algo em torno de 50 milhões de brasileiros. Depois de uma pausa de três meses sem pagamentos, os repasses retornaram em abril.

E o retorno veio com mais uma queda. Em abril, quando as liberações foram retomados, algo em torno de 39 milhões de pessoas estavam recebendo o benefício. Mês após mês esse patamar foi caindo, passando para 37 milhões, 36 milhões e agora 35,4 milhões. Tudo isso de acordo com o próprio Ministério da Cidadania.

Vale lembrar que a Dataprev está fazendo análises contínuas nas contas desses brasileiros. A ideia é tentar descobrir se há alguma informação conflitante nesse processo. E nesses casos, essas contas podem acabar passando por bloqueios e cancelamentos. É justamente por isso que os números de usuários acaba diminuindo.

Vai seguir caindo

E o fato é que o número de usuários do Auxílio Emergencial deverá seguir caindo pelos próximos meses. É que a a Dataprev deverá seguir realizando essas análises nas contas dos cidadãos que recebem o benefício.

Isso quer dizer portanto que mais pessoas poderão passar por cancelamentos nas suas contas. É por isso que é tão importante ficar atento ao site oficial da consulta do Auxílio Emergencial. É por lá que o cidadão vai receber essas informações.

Em caso de cancelamento, os usuários terão 10 dias para questionar o resultado. Isso, no entanto, não vale para todo mundo. De acordo com a própria Dataprev, em algumas situações, a contestação não é permitida.

Aumento do Auxílio

A queda no número de usuários do Auxílio Emergencial acontece justamente em um momento em que há um pedido de abertura de novas vagas. Vários cidadãos estão pedindo para entrar no projeto em questão.

É que vale lembrar que o Governo Federal não abriu novas vagas para trabalhadores na versão de 2021 do programa. Assim, eles usaram os dados das pessoas que estavam recebendo o dinheiro ainda no ano passado.

Muitos brasileiros, aliás, seguem pedindo para que o Governo abra novas vagas para que mais pessoas tenham a possibilidade de receber o benefício. No entanto, pelo menos de acordo com as informações oficiais, é pouco provável que isso aconteça.


Com informações do site: NOTICIAS CONCURSOS