quarta-feira, 15 de setembro de 2021

Amazon anuncia 1º armazém no RJ e promete mais de 1.000 vagas de emprego


 


Foto: Reprodução

A Amazon anunciou nesta terça-feira (14) a abertura de um novo centro de distribuição no Brasil. Marcando a expansão de suas operações no país, a instalação localizada em São João de Meriti, no Rio de Janeiro, é inaugurada com 200 novos empregos diretos permanentes, mas a empresa espera gerar mais de 1.000 vagas temporárias em períodos de eventos especiais e de alta demanda.

Trata-se do décimo centro de distribuição no país e o primeiro no Rio de Janeiro. Os outros estão distribuídos principalmente no estado de São Paulo, que conta com cinco instalações. Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Pernambuco e Distrito Federal possuem, cada um, uma única unidade de distribuição da Amazon.

A empresa revelou em comunicado à imprensa que, com a abertura do novo centro de 30 mil metros quadrados, alcançou o marco de mais de 9.600 empregos diretos e indiretos gerados na área de operações. Entre as vagas oferecidas, estão cargos operacionais e de alta administração, por exemplo, todos contando com programas de treinamento gratuitos.

A criação do novo centro marca a aceleração dos negócios da Amazon no Brasil. Segundo a companhia varejista, a inauguração da unidade de distribuição em São João de Meriti trará benefícios para a comunidade local ao gerar empregos e facilitará a atuação da empresa no litoral sudeste, uma vez que é a primeira instalação no Rio de Janeiro.

Centro de distribuição tem apoio do governo estadual
“A chegada desse novo Centro de Distribuição… vai de acordo com nosso compromisso em contribuir para a economia onde atuamos, além de oferecer um serviço de entrega rápida e de qualidade aos nossos clientes”, afirmou Ricardo Pagani, diretor-geral de operações da Amazon no Brasil, em comunicado.

Ele acrescenta que a vinda da Amazon para o Rio de Janeiro segue a estratégia de valorizar empregos locais e consolidar potencial logístico. Cláudio Castro, governador do estado, também comentou que o novo centro de distribuição conta com o apoio do governo estadual a fim de atrair investimentos e gerar empregos na região.

Com informações do site: tecnoblog, Bruno Ignácio