segunda-feira, 27 de setembro de 2021

14º salário do INSS: Após aprovação quais as chances de ser sancionado?


 


Foto: Reprodução

INSS pode liberar 14º salário em 2021. Na última semana, a Câmara dos Deputados se reuniu para validar o texto que tem como finalidade conceder um abono extra para os aposentados e pensionistas. A proposta foi aceita pela Comissão de Seguridade Social e Família (CSSF) e pode ser implementada até o fim do ano.

Com a pandemia do novo coronavírus, o governo federal precisou antecipar o 13º salário dos segurados do INSS. Normalmente, o benefício é pago em duas rodadas, sendo a segunda liberada apenas a partir de dezembro.


Sob justificativa de que a população ficaria sem recursos no fim do ano, um 14º repasse pode ser realizado.

Governo vai aprovar o 14º salário do INSS?
Até o momento, o texto que consolida a proposta foi aceito pela Câmara dos Deputados. Agora ele será encaminhado para o Senado que discutirá sua viabilidade. Porém, antes de entrar em vigor, precisa ainda da sanção presidencial, devendo ser reprovado.

Nas últimas semanas, o governo vem enfrentando uma série de dificuldades com suas finanças. O ministério da economia está sendo acusado de ultrapassar o teto de gastos determinado pela LDO, o que significa que dificilmente Bolsonaro deverá aprovar uma nova despesa.

A sugestão de concessão de um 14º salário já tinha sido debatida inicialmente em 2020, quando pela primeira vez o 13º foi antecipado. No entanto, ainda nessa época, o presidente reprovou diretamente o projeto, afirmando que não havia justificativas para esticar seu orçamento.

Até que a decisão seja tomada, o INSS deverá seguir com o calendário tradicional de seus repasses.


Com informações do site: fdr