quinta-feira, 19 de agosto de 2021

Saiba como consultar seu dinheiro esquecido no PIS/Pasep e descobrir quanto há para resgatar


 


Foto: Reprodução

Muitas pessoas esqueceram e deixaram o dinheiro do PIS/Pasep parado, mas, você sabe ao certo quanto é a quantia mínima que você tem direito? O saldo disponível depende de cada pessoa, pois, depende do tempo de atuação como trabalhador formal. Porém, a quantia mínima pode ser de um salário mínimo, hoje em dia na faixa de R$1.100.

Atualmente, cerca de R$24,5 bilhões estão parados e aguardando o saque pelos trabalhadores de direito. Esse montante é fruto do acúmulo de R$22,8 bilhões das cotas do fundo, de R$1,2 bilhão do abono salarial não sacado em outros anos e de R$448 milhões dos recursos não resgatados.

O trabalhador precisa ficar atento quanto as datas para não perder o direito do resgate. No entanto, no caso do abono salarial tradicional, repassado todos os anos aos trabalhadores formais, o calendário é outro e é necessário aguardar a liberação de um novo cronograma.

Ou seja, quem perdeu algum calendário de saque trem até cinco anos para buscar o dinheiro depois do ano de sua liberação. No caso das pessoas que possuem direito às costas do PIS/Pasep (pessoas que atuaram no serviço público ou privado entre 1971 e 1988, seus herdeiros ou dependentes em caso de falecimento do titular), o prazo é maior, com possibilidade de saque até 2025.

Aprenda a consultar seu PIS/Pasep esquecido:

Valores do PIS podem ser verificados no site da Caixa Econômica Federal ou por meio do telefone de número 0800 726 0207. Quanto ao Pasep, as consultas acontecem no site do Banco do Brasil ou por meio da ligação telefônica para 0800 729 00 01.

Com informações do site: Costa Norte