sexta-feira, 27 de agosto de 2021

Novo aumento no gás de cozinha é anunciado para 1º de setembro


 
Foto: Reprodução
O Brasil está passando por uma crise financeira e também sanitária. A atual situação pandêmica que o país vive, mesmo com a vacinação, está gerando impactos diretos no bolso do trabalhador e, embora vários produtos tenham apresentado alta, não há uma estagnação nos preços, que seguem aumentando.

Desta vez, o aumento será no gás de cozinha. Segundo informações do Correio Braziliense, haverá uma alta de 7% no produto para que seja possível cobrir as altas de custos da inflação e para que exista a possibilidade de aumento salarial dos funcionários filiados ao Sindicato a Empresas Transportadoras e Revendedoras de GLP do Distrito Federal.

O aumento, ainda conforme a nota do Correio, será válida já a partir do dia 1º de setembro. O sindicato afirma que o aumento não parte da Petrobras, mas das distribuidoras. Porém, antes do novo aumento, a Petrobras já havia feito um reajuste no mesmo percentual em agosto.

Prévia da inflação para 2021

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15, conhecido como IPCA, é uma prévia da inflação oficial do Brasil. Este índice avançou somente em agosto 0,89%, puxado pelo aumento da eletricidade (5% em um mês) e da gasolina (39,5% em 12 meses). Em julho o aumento havia sido de 0,72%. O gás de cozinha teve um aumento de 3,79%.

De acordo com o IBGE este é o maior número para o mês de agosto desde o ano de 2002. No total, o ano de 2021 já conta com 5,81% na inflação e 9,30% nos últimos 12 meses. 

Vale lembrar que o teto da inflação para 2021 projetada pelo governo é de 5,25%.

Com informações do site: i7News