segunda-feira, 9 de agosto de 2021

Mercado exige profissionais qualificados e aumenta importância do Ensino Superior


 
Foto: Reprodução

Nas últimas duas décadas o Brasil vem passando por um crescimento no número de pessoas formadas no Ensino Superior. Este aumento vem a partir do aumento de oportunidades de ingresso nas instituições oferecidas aos estudantes, tanto por via de instituições públicas, quanto privadas, tornando acessível o sonho de uma formação profissional.

Conforme dados do Censo da Educação Superior de 2019, divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inpe), o Brasil teve naquele ano 8,5 milhões de estudantes registrados, sendo 6,5 milhões através da rede particular de ensino.

Para a assessora acadêmica da Rede UniFTC, que atua nas unidades do Vale do São Francisco, Fabiana Andrade, o país vem apresentando um novo ciclo de expansão da rede de Ensino Superior, através da adoção de políticas públicas e iniciativas por parte das instituições particulares visando reduzir as desigualdades de acesso.

“Promover essa possibilidade de acesso é muito importante para o desenvolvimento do país, uma vez que a Educação, com a promoção de um ensino de qualidade e possível de ser acessado, é elemento essencial ao fortalecimento de uma nação, e possibilita a valorização da vida dos futuros profissionais”, comenta Fabiana.

Mercado exige qualificação - Outro ponto destacado por Fabiana para que as pessoas busquem pela profissionalização via Ensino Superior, é que o mercado de trabalho exige cada vez mais pessoas qualificadas para ocuparem os cargos.

“Em linhas gerais o mercado de trabalho demanda qualificação. Buscam pessoas que respondam de forma rápida às soluções de problemas, que tenham capacidade de liderar, trabalhar em equipe, de forma interprofissional, que sejam capazes de se adaptar bem às constantes mudanças pelas quais a sociedade vem passando. Ou seja, confrontar os obstáculos com soluções criativas e inovadoras tem sido um dos principais diferenciais buscados por recrutadores”, pontua a assessora acadêmica da Rede UniFTC.

Além disso, segundo o último relatório ‘Tendências Globais de Emprego para Jovens’, da Organização Internacional do Trabalho (OIT), aqueles que concluem o Ensino Superior têm menos probabilidade de ter seus empregos substituídos por máquinas.

Matrícula na UniFTC - Os estudantes que queiram ingressar no Ensino Superior, através de uma instituição com mais de 20 anos de experiência, podem se matricular na UniFTC com desconto na primeira e segunda mensalidades e bolsa de estudo durante todo o curso.

Os interessados possuem quatro formas de ingresso: vestibular online, nota do Enem a partir de 2010, segunda graduação e transferência externa. Os candidatos aprovados serão beneficiados com o pagamento da primeira e segunda mensalidades por R$ 49,90 e com uma bolsa de até 70% durante toda a graduação. As condições são válidas para os cursos oferecidos em todas as unidades educacionais da Rede, exceto Medicina.

“Na UniFTC, você tem um curso estruturado a partir das Metodologias Ativas e do Currículo por Competências; passa pela Trilha de Aprendizagem Interprofissional; vivencia grandes oportunidades de estágio através do nosso Centro de Carreiras e aprende, na prática, com os melhores professores da área. Tudo isso com direito a bolsa de estudos”, finaliza Fabiana.

Para mais informações, basta acessar o regulamento dos processos seletivos http://bit.ly/uniftcvestenem4990 ou falar com um dos consultores da UniFTC pelo 0800 056 6666 ou Whatsapp (71) 9 8835-7245 - bit.ly/ZapUniFTC.


Com informações do site:  acordacidade