domingo, 29 de agosto de 2021

Governo estuda antecipar parcela do 13º e prevê reajuste salarial para 2022


 


Foto: Reprodução

O secretário Estadual de Fazenda, Rafael Fonteles, informou que a comissão de gestão financeira estuda a possibilidade de antecipar a segunda parcela do 13º salário do funcionalismo público. Ele destacou também que equipe econômica analisa impactos como reajuste salarial para o próximo ano, um possível encurtamento da tabela de pagamento e novas nomeações de concursados. 

“Há possibilidade de antecipar a parcela do 13º salário, mas não foi definido ainda pela equipe econômica. Estamos analisando de como vai ser o comportamento das receitas neste bimestre – agosto e setembro – para poder tomar essa decisão junto com o governador Wellington Dias”, disse Rafael Fonteles. 

No estado, são mais de 95 mil servidores ativos, aposentados e pensionistas. O governo, este ano, conseguiu que os servidores recebessem seus salários até o 5º dia útil do mês seguinte.

Rafael Fonteles destacou que a situação financeira do estado pode ter alterações até o final do ano. “Estamos sempre observando com muita cautela, esse equilíbrio é dinâmico, cada mês fazemos revisões das variáveis que interessam para a receita do estado, portanto fazemos tudo com muita prudência”, disse.

De acordo com o secretário, há possibilidade de encurtar ainda mais a tabela do pagamento para dentro do mês. 

“Há possibilidade de encurtar a tabela de pagamento. Estamos analisando tudo em conjunto, porque tem novas nomeações no ano que vem, vai ter reajuste dos servidores no ano que vem, tem que analisar como um todo. Tudo impactar no orçamento e o orçamento depende da receita e por isso tem que fazer com muita prudência e cautela”. 

Com informações do site: cidadeverde, Yala Sena