segunda-feira, 23 de agosto de 2021

Empréstimos Para O MEI Em 2021


 
Foto: Reprodução
A manutenção constante de um negócio é essencial para mantê-lo regular perante a lei, além de assegurar o sucesso financeiro.

No entanto, essa prática pode ter ficado um pouco difícil após o início da pandemia da Covid-19.

Neste sentido, entidades públicas e particulares têm se mobilizado para promover recursos financeiros, sobretudo ao Microempreendedor Individual (MEI), a classe mais fragilizada e afetada pelos impactos econômicos da pandemia.

Agora, duas linhas de crédito estão disponíveis e têm chamado a atenção do MEI, tendo em vista as condições vantajosas mediante valores bastante atrativos na marca de R$ 25 mil, que têm sido disponibilizados para o microempreendedor durante a pandemia. 


Além da quantia significativa para o microempreendedor individual, o prazo de pagamento deste modelo de empréstimo também é superior, enquanto os juros são menores do que aqueles praticados no mercado atualmente. 

Conheça a seguir, as duas opções de empréstimo direcionadas ao MEI. 

Programa Super MEI 

O Programa Super MEI é uma excelente alternativa ofertada pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), pois é composto por valores que variam entre R$ 300,00 a R$ 20 mil, no intuito de abranger as mais diversas necessidades do microempreendedor individual sem a cobrança de juros. 

Esta linha de crédito também oferece vantagens notórias, como a possibilidade de quitar a dívida em até 36 meses. 

Entretanto, há uma restrição quanto à contratação deste empréstimo, pois ele está disponível somente para os MEIs situados no Estado de São Paulo e que se disponham a participar de um curso de capacitação em gestão empresarial oferecido pelo Sebrae.

Na oportunidade, o Banco do Povo declarou que a linha juros zero se encontra indisponível no momento, embora o banco continue disponibilizando empréstimos com taxas a partir de 0,35% ao mês, os quais estão especificados no site da instituição.

Uma segunda linha de crédito bastante vantajosa para o microempreendedor individual é oferecida pela FinMatch, que atua como um correspondente bancário.

Conforme informações dos fundadores da startup, a análise de risco de crédito da empresa ultrapassa o usual. 

“Avaliamos a probabilidade de pagamento e não apenas as dificuldades pontuais do tomador”, afirmou Sandaniel.

O valor deste empréstimo pode variar entre R$ 500 a R$ 25 mil, de acordo com a necessidade do solicitante, e também pode ser quitado em até 36 meses, sendo que o Custo Efetivo Total (CET) vai de 2,49% a 7,99% ao mês.

Quem tem direito aos empréstimos?

Considerando que as duas linhas de crédito são direcionadas ao Microempreendedor Individual, é fundamental ter o registro de MEI com faturamento máximo de R$ 81 mil ao ano para requerer uma das alternativas. 

No que compete à análise de crédito, cada instituição está autorizada a estabelecer os próprios critérios, o que dificulta a garantia de aprovação para todos os casos. 

Porém, a Fin Match assegura que a análise feita pela startup não se baseia naquela implementada pelos bancos tradicionais, o que automaticamente facilita a aprovação do crédito, até mesmo para aqueles que estão negativados. 

Com informações do site: jornal Contábil