domingo, 29 de agosto de 2021

Como estudar fora de graça no ensino médio ou na faculdade


 
Foto: Reprodução
A experiência de estudar no exterior pode não parecer das mais baratas, a princípio. São os gastos com vistos, passagens, hospedagem e cursos que parecem ser grandes. Veja formas possíveis de baratear os custos ou, em alguns casos, até fazer um intercâmbio grátis

Como fazer intercâmbio grátis Antes de tudo, tente entender os motivos que estão por trás da decisão de realizar um intercâmbio e como tornar essa vivência mais próxima da sua personalidade e vontade. Na prática, isso significa achar o programa ideal para o momento, que pode ser embasado por motivos pessoais, acadêmicos e profissionais. 

O processo de viajar para fora do país costuma ser longo, além de ser necessário pesar fatores como os recursos disponíveis, planejamento financeiro e considerar em qual fase da vida você está. 
Decidido isso, o próximo passo é tornar o intercâmbio mais acessível. E, independentemente do motivo que te leva a querer realizá-lo, o primeiro passo deve ser sempre procurar por bolsas de estudo disponíveis. 

As opções de subsídios são várias e servem às mais diversas modalidades, do ensino médio à pós-graduação. Não é exagero dizer que há bolsas de estudo para qualquer período da vida acadêmica. Muitas delas podem cobrir todos os custos do programa - desde a tuition de uma universidade, por exemplo, até despesas com passagem e visto - ou parte deles, mas permitir que o estudante mantenha um trabalho de meio período para cobrir o restante dos gastos

Falar inglês fluente é fundamental A língua estrangeira costuma ser a principal barreira de estudantes que desejam fazer intercâmbio. Isso acontece porque para concorrer em grande parte das bolsas de estudo, o aluno precisa comprovar domínio de, pelo menos, uma segunda língua e apresentar o certificado de idioma. 

Nossa primeira dica para quem deseja fazer um intercâmbio é estudar bem o inglês. Isso lhe abrirá muitas possibilidades de bolsas de estudo em praticamente todos os países que oferecem programas para estudantes internacionais

Além disso, ao contrário do que pode parecer, inglês é uma das línguas que são possíveis de estudar por conta própria e atingir um alto nível de fluência. São vários os fatores que permitem isso: a ampla disponibilidade de cursos e ferramentas gratuitas online, é uma língua que possui regras gramaticais parecidas e alfabeto mais parecidos com o português, quando comparado com línguas como o árabe ou o japonês. Intercâmbio grátis no ensino médio. 

A vontade é fazer um intercâmbio grátis e melhorar o currículo com uma experiência no exterior logo no ensino médio? Para os alunos interessados no high school americano, por exemplo, há programas específicos, como o da ONG ANS

Esse projeto é destinado a jovens que não têm condições de fazer intercâmbio sem bolsas de estudo. A ANS cobre as despesas com emissão do visto, passagens áreas de ida e volta aos Estados Unidos, hospedagem e alimentação em casa de família, transporte para a escola, materiais didáticos e seguro saúde. 

Fora tudo isso, o estudante ainda tem uma ajuda de custo de US$ 120 mensais.

Já os United World Colleges (UWC) também oferecem oportunidades de intercâmbio gratuito aos alunos de ensino médio que buscam uma experiência internacional. Nesses colégios internacionais, localizados em diversos países, a missão é promover a paz e a compreensão entre povos por meio da educação. Por isso, o Por isso, o UWC oferece bolsas integrais de estudo a jovens que estejam no primeiro ou segundo ano do ensino médio, e tenham entre 15 e 18 anos de idade. 

Bolsas de estudo para graduação e pós No nível superior, há mais caminhos para obter uma bolsa de estudo. O primeiro deles é recorrer às parcerias estabelecidas entre universidades brasileiras e as estrangeiras - ou, em outras palavras, os convênios. 

O outro é recorrer às bolsas oferecidas por organizações, empresas e governos. Nesta página, selecionamos as melhores bolsas de estudo com inscrições abertas. Os programas ligados ao Banco Santander, por exemplo, concedem apoio financeiro para intercâmbios acadêmicos com duração menor (de algumas semanas a seis meses). 

Há ainda bolsas para graduação completa, como acontece nas universidades estrangeiras que dão bolsas merit-based (por mérito) ou need-based (por necessidade). Para quem se dá bem com esportes, por exemplo, há ainda bolsas para atletas

Competições e concursos que oferecem intercâmbio gratuito 

Diversas organizações —de instituições internacionais, como a ONU, a agências de intercâmbio— promovem concursos online que têm como prêmio algum intercâmbio gratuito ou quase. Agências de intercâmbio e escolas de idiomas também oferecem, ocasionalmente, bolsas de isenção de todas as taxas do curso e materiais didáticos —embora alojamento e passagens aéreas sejam por conta do estudante. Entretanto, desde o início da pandemia de Covid-19 no ano passado, muitas dessas competições foram transferidas para as modalidades online ou simplesmente pausadas. Para os próximos meses e ano, nossa expectativa é que elas retornem gradualmente, assim como a mobilidade entre os países.

 *O texto "Austrália oferece bolsas de estudo integrais para Universidade de Sydney" foi publicado originalmente no portal Estudar Fora, da Fundação Estudar.


Com informações do site: Economia Uol