segunda-feira, 9 de agosto de 2021

Como atualizar o CadÚnico para garantir o benefício do Bolsa Família?


 


Foto: Reprodução

Todos os beneficiários que recebem um auxílio do Governo passam por atualizações no cadastro. E no caso do grupo do Bolsa Família, não é diferente. Diante disso, o governo ao revisar os cadastros do Auxílio Emergencial, confere também, os inscritos no Bolsa Família. Sendo assim, os cadastros com desatualização ou erros nas documentações, tendem a perder o benefício. Por isso, vamos explicar para você, como atualizar o CadÚnico para garantir o pagamento.

Como atualizar o CadÚnico para garantir o benefício?

Enquanto a Caixa se prepara para iniciar o pagamento da 5ª parcela do Auxílio, o governo e a Dataprev analisa os cadastros. Aos inscritos no Bolsa Família, o cadastro no CadÚnico é obrigatório. Dessa forma, é necessário estar sempre atento para atualizar o CadÚnico.

A atualização deve ser realizada quando houver uma alteração nas informações específicas da família. Tais como a composição familiar, o endereço, a renda, a documentação do responsável familiar, e série escolar. Além disso, você deve atualizar o CadÚnico no prazo máximo de 24 meses, contados a partir da última entrevista.

Em suma, o processo de atualização dos dados pode ser realizado no Centro de Assistência Social (CRAS) do seu município. É necessário fazer uma nova entrevista, validando ou alterando os dados declarados. Mas e na pandemia, como funciona atualizar o CadÚnico?

De acordo com uma portaria 368 de 29/04/2020, o Ministério da Cidadania permitiu o atendimento remoto. Ou seja, é possível é possível cadastrar ou atualizar o CadÚnico de forma online na pandemia, no app Meu CadÚnico (Android | iOS), forma prática e segura. 


Com informações do site: seucreditodigital