terça-feira, 3 de agosto de 2021

CAIXA Tem anuncia cartão de crédito e lançamento de empréstimo pessoal


 
Foto: Reprodução
Criado no ano passado para que os beneficiários tivessem acesso ao Auxílio Emergencial e a outros benefícios e serviços, o aplicativo Caixa Tem oferecerá em breve um cartão de crédito e também microcrédito. Foi o que disse Celso Leonardo Barbosa, vice-presidente de negócios de varejo da Caixa na última quinta, 24.

O executivo deu essas declarações no painel no congresso Ciab, de tecnologia bancária, realizado pela Febraban (Federação Brasileira de Bancos). Porém não entrou em detalhes mais profundos e nem divulgou as datas de implementação dos serviços.


“Continuamos com uma maior oferta de produtos para o cliente ter mais facilidade e conveniência. Já estou dando spoiler do lançamento de cartão de crédito e do microcrédito que o Caixa Tem vai ter”, afirmou.

Leonardo disse também que a Caixa pretende abrir 130 novas agências em todo Brasil. “Precisamos ser mais digitais, mas também precisamos ser presenciais”, disse.

Há rumores de que o empréstimo oferecido na poupança digital tenha limite de R$ 5 mil, em média. O cartão de crédito deve ter características muito parecidas com o Caixa SIM, produto já oferecido pelo banco para quem possuí baixa renda.

Caixa dá início ao Feirão da Casa Própria Online

A Caixa Econômica abriu na última sexta, 25, o 1º Feirão da Casa Própria totalmente digital, com imóveis que podem ser totalmente financiados, ou seja, sem pagamento de entrada e com uma carência de até 6 meses para o início dos pagamentos.

O feirão segue até o próximo dia 4 de julho e irá ofertar cerca de 180 mil imóveis em todo o Brasil. Segundo a Caixa, participam da ação mais de 600 construtoras.

Feirão da Casa Própria

Como participar

Os interessados podem participar da ação entre hoje, 25, até domingo dia 4 de julho. Para participar clique aqui para acessar o site do feirão.

Quem pode participar

Podem participar todas as pessoas interessadas em comprar um imóvel. Serão disponibilizadas opções para todos os bolsos.

Serão disponibilizados quantos imóveis?

Serão oferecidos 180 mil imóveis novos e cerca de 6 mil imóveis Caixa, localizados em todo o Brasil.

Taxas e condições

Quem optar pela compra dos 6 mil imóveis Caixa, o interessado poderá financiar até 100% do valor, com taxas a partir de TR + 2,5% ao ano + poupança.

O prazo máximo de financiamento é de até 35 anos. Nesta modalidade o cliente também pode escolher por carência de 6 meses para início do pagamento da parcela de juros e amortização. Esses imóveis serão anunciados com um valor mínimo, e que der o maior lance será o comprador.

Já no caso dos outros imóveis, o financiamento será em até 35 anos, com taxas a partir de TR + 3,35% ao ano + poupança. Aqui também é possível optar por um prazo de carência de 6 meses para início do pagamento da parcela de juros e amortização.


Para estes imóveis é possível negociar. Os interessados podem apresentar para  incorporadora uma proposta com valor abaixo do que está anunciado.

Documentação necessária
Documentos de identificação de todos os participantes (compradores, cônjuges, procuradores)
Comprovante de estado civil dos proponentes
Comprovante de endereço dos proponentes
Comprovante de renda dos proponentes

Os imóveis já foram avaliados?

Sim. Todos os imóveis anunciados na ação já foram avaliados previamente pela Caixa.

Cuidados

Segundo a Caixa, o interessado em algum imóvel não deve fazer nenhum pagamento antes da confirmação da aprovação do financiamento junto ao banco.

Falhas no app Caixa

Ultimamente, os usuários do internet Banking da Caixa estão enfrentando problemas ao acessar o aplicativo. Através de comentários nas redes sociais, os usuários relataram erros no site e também no app do banco para celulares.

Ao tentar acessar o aplicativo do Caixa Tem, as pessoas recebiam a mensagem “estabelecendo conexão segura”.

Este problema afetou serviços como o pagamento de boletos, transferências e também o PIX que são feitos com o valor do auxílio emergencial e do Bolsa Família.

A assessoria de imprensa da Caixa reconheceu a falha e a atribuiu a um erro de fornecedor. Foi dito ainda que o banco estuda ampliar eventuais sanções contratuais.

O que fazer?

Como dito na nota da Caixa acima, mantenha sempre os aplicativos do banco atualizados. Confira em dias alternados se existe alguma nova atualização.

É importante que os aplicativos estejam sempre com a última versão, pois, falhas de segurança geralmente são corrigidas nelas.

Caso a atualização não resolva os problemas de instabilidade, o jeito é esperar até que o banco se manifeste e confirme se existe ou não algum problema.


Com informações do site: FDR