terça-feira, 24 de agosto de 2021

Bolsa Família pode ser cortado? Entenda o que leva governo a cancelar seu salário


 
Foto: Reprodução
O Bolsa Família existe desde 2003 e contempla, atualmente, 14,6 milhões de famílias em situação de pobreza e pobreza extrema. Para ser beneficiário é necessário atender os requisitos do programa e as exigências para a permanência.

O Bolsa Família tem como intuito combater a fome e a pobreza. Além disso, promove o acesso à saúde, educação, segurança alimentar e assistência social. O foco são as famílias em situação de vulnerabilidade social

Para ser beneficiado é preciso estar inscrito no Cadastro Único (CadÚnico) para programas sociais do Governo Federal, com os dados atualizados. O Ministério da Cidadania é a pasta responsável pelo gerenciamento do programa.

Critérios do Bolsa Família

Renda per capita mensal de até R$ 89,00;
Renda per capita de até R$ 178,00 (famílias que tenham em sua composição gestante, nutrizes, crianças e adolescentes até 17 anos);
Estar inscrito no Cadastro Único do Governo Federal (CadÚnico);
Estar com os dados no CadÚnico atualizados há, pelo menos, dois anos.

Benefícios do Bolsa Família

O programa assistencial possui cinco benefícios, sendo que cada família pode acumular até cinco pagamentos, com exceção do Benefício jovem. As famílias contempladas recebem valores variáveis, conforme a composição, já que cada benefício é voltado para um público:


Benefício para crianças e adolescentes de 0 a 15 anos: R$ 41;
Benefício para gestantes (duração de nove meses): R$ 41;
Benefício para nutrizes (crianças entre 0 a 6 anos): R$ 41;
Benefício variável jovem (adolescentes entre 16 e 17 anos – cada família pode acumular até dois): R$ 48;
Benefício de superação a pobreza: valor variável.

Exigências do Bolsa Família

Além de atender os critérios do Bolsa Família, as famílias beneficiadas devem cumprir as exigências do programa. Sendo assim, o descumprimento de uma das exigências leva o pagamento a ser suspenso ou cancelado. Veja abaixo quais são:

Crianças e adolescentes com idade escolar (entre 6 e 15 anos) devem ter, no mínimo, 85% de presença nas aulas;
Os jovens entre 16 e 17 anos, a frequência mínima exigida é de 75%;
Crianças menores de 7 anos precisam estar com as vacinas em dia e devem comparecer ao posto de saúde para realizar o monitoramento e o acompanhamento do crescimento;
Gestantes devem comparecer às consultas de pré-natal e participar de atividades educativas ofertadas pelo Ministério da Saúde sobre aleitamento materno e alimentação saudável;
Acompanhamento de saúde das mulheres que possuem 14 a 44 anos de idade.

Novo Bolsa Família

O atual presidente da república, Jair Bolsonaro (sem partido), pretende ampliar o número de beneficiários e o valor médio pago do Bolsa Família. A ideia é passar da média de R$ 192 para R$ 300 ou R$ 400, por meio da criação de novos benefícios.

Com informações do site: FDR