quarta-feira, 4 de agosto de 2021

Auxílio Emergencial de R$600: APROVADO pagamento para este grupo


 
Foto: Reprodução

A população carente de Belo Horizonte receberá um novo auxílio emergencial. A Câmara dos Vereadores aprovou o Projeto de Lei que visa minimizar os impactos da pandemia decorrente da Covid-19, através da liberação de um abono de R$ 600.

Após muitas discussões, a proposta do auxílio emergencial para Belo Horizonte foi concedida. Conforme o texto do PL, os cidadãos serão contemplados durante um período de seis meses, com mensalidade de R$ 100 cada.

O benefício será distribuído entre as famílias que possuem estudantes de escola pública em sua composição, a fim de cobrir as necessidades desses jovens que não estão recebendo a merenda escolar.

Quem terá direito?

Para ter acesso ao auxílio emergencial de R$ 600 de BH, o interessado deve estar cadastrado no CadÚnico e ter uma renda per capita mensal de até meio salário mínimo.

Além disso, as famílias que participam das medidas pública municipais, como as ações de apoio a catadores de materiais recicláveis, mulheres vítimas de violência doméstica, ambulantes e povos e comunidades tradicionais, também serão amparadas.

Funcionamento do auxílio BH

De acordo com a prefeitura da cidade o benefício será cumulativo. Ou seja, caso a família possua em sua composição criança matriculada em escola pública e também se enquadre nas ações de políticas públicas, receberá pelas duas modalidades.

Informações da prefeitura de Belo Horizonte

O atual prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil, ressalta que a implementação do projeto deve ser visualizada como uma ação emergencial, uma vez que os impactos da pandemia foram contrastantes na população que será atendida.

“O dinheiro está contado, separado e orçado. Queria dar R$ 200, R$ 500 ou R$ 1 mil, mas não temos. Somos um município. É hora de todo mundo se abraçar para isso tramitar o mais rápido possível na Câmara Municipal. Quem precisa de R$ 100 por mês, durante seis meses, tem muita pressa“, disse.

O objetivo do prefeito é atender cerca de 160 mil famílias em situação de vulnerabilidade. Para mais informações sobre o novo projeto e demais condições das políticas pública sociais, basta acompanhar o site oficial da prefeitura de Belo Horizonte.

Com informações do site:  noticiasconcursos