terça-feira, 27 de julho de 2021

Veja como consultar auxílio emergencial 2021 pelo CPF.


 

Foto: Reprodução

Agora é possível consultar auxílio emergencial 2021 pelo CPF no Dataprev,; veja como.

Agora é possível consultar auxílio emergencial 2021 pelo CPF no Dataprev, tanto pelo site quanto pelo aplicativo. Dataprev é o sistema que gerencia os dados do auxílio emergencial para o Governo Federal. Através dele que é feito o pente fino para verificar se os beneficiários ainda se encaixam nos critérios.

Todo mês, a Dataprev libera a lista dos “elegíveis”, ou seja, dos beneficiários que continuam recebendo o auxílio emergencial normalmente. Como a análise é mensal, o Governo Federal recomenda que o cidadão sempre consulte se caiu ou não na revisão do benefício.

Consultar auxílio emergencial 2021 pelo CPF

Para consultar o saldo e se o seu benefício está regular, basta acessar o site Consulta Auxílio. Veja aqui passo a passo:

-Na primeira página você já deve informar seu CPF, nome completo, nome da mãe e data de nascimento
-Antes de clicar em “enviar”, marque a opção “não sou um robô”

Mas atenção: não são todos os beneficiários do auxílio emergencial que conseguem acessar o saldo desta forma.
Isso porque quem recebe o Bolsa Família e os inscritos no CadÚnico não constam na lista da Dataprev. Uma vez que o pagamento das parcelas deste público é depositado de forma automática.

Consultar o saldo do auxílio emergencial pelo aplicativo

Além do site Consulta Auxílio, você também pode verificar a situação do seu benefício direto pelo seu celular. A primeira coisa a se fazer é baixar o Aplicativo Caixa Tem, o mesmo por onde você pode movimentar o dinheiro do benefício através da conta digita.

Baixe no Google  Play ou Apple Store o aplicativo “Caixa Tem”, faça login e entre com a sua senha.

Como me cadastrar 

Para se cadastrar você deve informar dados como CPF, nome completo, número de celular, data de nascimento, CEP e e-mail. Em seguida, crie uma senha conforme a orientação de dígitos e números; Por fim, clique em “não sou um robô”.

Para confirmar o seu acesso, você precisa ir até a caixa de entrada do e-mail informado no cadastro. Na mensagem, clique no link para validar o cadastro. Volte ao aplicativo e clique na opção “liberar acesso” e em seguida no item “toque aqui para realizar seu primeiro acesso”.

Como se trata do seu primeiro acesso pelo celular, é preciso também liberar a entrada pelo aparelho. Então, você deve clicar em “continuar” e depois em receber “código”. O código vai chegar por SMS e deve ser digitado no campo solicitado pelo aplicativo.

Apesar de ter muitos detalhes para um primeiro acesso, o sistema funciona de forma intuitiva e você não vai encontrar dificuldades, acompanhe:

Consultar o saldo

Para consultar o saldo, entre no aplicativo e fique atento para a espécie de fila virtual. Quando chegar a sua vez, você terá 10 minutos para solicitar os serviços necessários.
A hora que chegar a sua vez, basta clicar na opção “mostrar saldo” que fica no canto superior da tela. Ali vai aparecer o valor disponível na conta.

Se precisar saber de mais informações, toque na opção “extrato” que fica direto no Menu do Aplicativo.
Assim como um extrato bancário, a página vai mostrar como e onde você usou o dinheiro.
O recurso também é válido para controlar os meses anteriores, basta mover para o lado.

Por que devo consultar meu saldo no site da Dataprev?

Não é só porque o beneficiário vinha recebendo as parcelas em 2021 que significa que ele vai seguir com o auxílio.
Pode ser que durante uma análise, o Governo Federal identifique suspeita de irregularidade. Por isso a recomendação do Ministério da Cidadania de acompanhar mensalmente a situação do auxílio.

Se for identificada suspeita de irregularidade, o beneficiário pode contentar no próprio site da Dataprev, seguindo os prazos de contestação.
Somente no mês de junho, o Governo Federal identificou 1,1 milhão de benefícios com suspeita de irregularidades, os auxílios foram suspensos ou bloqueados.

Deste total, mais de 660 mil tiveram irregularidades observadas pela CGU (Controladoria Geral da União) e outros 497 mil foram cancelados.

Como fica o calendário do auxílio emergencial 2021?

O Governo Federal está pagando agora a quarta parcela do auxílio emergencial. Apesar de já anunciada a prorrogação, a Caixa ainda não definiu o cronograma dos próximos três meses.

O calendário segue o mês de nascimento do beneficiário. Primeiro é liberado o recurso no aplicativo Caixa Tem para depois, num segundo momento, o saque ser autorizado.

Calendário de saque da 4ª parcela:

Nascidos em janeiro: 2 de agosto
Nascidos em fevereiro: 3 de agosto
Nascidos em março: 4 de agosto
Nascidos em abril: 5 de agosto
Nascidos em maio: 9 de agosto
Nascidos em junho: 10 de agosto
Nascidos em julho: 11 de agosto
Nascidos em agosto: 12 de agosto
Nascidos em setembro: 13 de agosto
Nascidos em outubro: 16 de agosto
Nascidos em novembro: 17 de agosto
Nascidos em dezembro: 18 de agosto

Com informações do site: DCI, PAULA MACI