quinta-feira, 8 de julho de 2021

Usuários podem enviar imagens que se “autodestroem” pelo WhatsApp


 
Foto: Reprodução
O WhatsApp não para de lançar atualizações e testar novos recursos para os usuários. A bola da vez é a ferramenta de “visualização única”. Agora, os usuários podem enviar mídias (fotos e vídeos) que se “autodestroem”.

O objetivo da opção é enviar uma foto ou um vídeo que só pode ser visto uma vez. Quase como a passagem de um cometa pela terra, o receptor não poderá ver novamente a mensagem.

Como funciona o recurso de “visualização única” do WhatsApp?

É preciso saber de algumas coisas antes de entender o funcionamento da nova opção de mensagens. 

O WhatsApp vai alertar o usuário quando outras pessoas virem sua foto ou seu vídeo. Isso ocorre mesmo se a confirmação de leitura estiver desativada.
  1. O WhatsApp mostrará uma mensagem assim que a mídia for clicada pelo destinatário.
  2. A “autodestruição” do arquivo não impede que ele seja salvo pelo contato de destino. É possível realizar um print ou mesmo baixar a mídia.
  3. Os dados da mídia podem ser acessados caso ela seja salva. Então dá para ver a hora, a data etc.
  4. Se mensagem for enviada em grupos, contatos bloqueados poderão vê-la. Isso já ocorre com as mídias encaminhadas de moto convencional. Então tenha cuidado.
  5. Mesmo quem não tiver o recurso ativo no momento, poderá visualizar a imagem ou o vídeo.
  6. Veja como ativar o recurso de “visualização única” dentro do WhatsApp:
Agora que as orientações foram passadas, siga o passo a passo para ativar o recurso:

  1. Abra o aplicativo;
  2. Entre na conversa ou grupo que deseja enviar a mídia que se autodestrói;
  3. Na área de digitação, toque no ícone de clipe de papel;
  4. Toque na opção “Galeria”;
  5. Selecione o arquivo que deseja compartilhar;
  6. Na tela de envio, toque no botão com o número 1 para habilitar o recurso;
  7. Feito isso, toque na “setinha” para concluir.
Agora, você já pode usar a nova função do WhatsApp. Vale destacar que a ferramenta pode ser usada apenas na versão beta do app, por enquanto.

Com informações do site: EDITAL CONCURSOS BRASIL