quinta-feira, 29 de julho de 2021

Pente fino do INSS começa no próximo mês; proteja seu salário da suspensão


 
Foto: Reprodução
INSS anuncia início de nova operação pente fino. A partir de agosto, os servidores da previdência social federal estarão realizando mais uma ação força tarefa para aplicar cortes na folha orçamentária do órgão. A previsão é de que cerca de 170 mil beneficiários passem pela análise. Saiba como se proteger.

A operação pente fino do INSS é a principal responsável por realizar cortes na folha de pagamentos da previdência. Por meio dela o órgão passa a monitorar o cadastro dos segurados de modo que excluía aqueles que apresentem erros em suas documentações e demais informes.

Auxílio doença na mira dos cortes
Neste lote da fiscalização, o benefício avaliado será o auxílio doença. Isso significa dizer que os beneficiários com entrada por meio de sua solicitação precisam revisar suas documentações e especificamente os informes de saúde.

A previsão é de que parte significativa dos excluídos tenham os salários cortados por falta de documentações médicas. Isso significa dizer que é preciso ter a perícia concedida pelo INSS e também reunir demais informes, como laudos, exames, etc.

Convocação para revisão
Antes de aplicar os cortes, o INSS notificará o segurado para que ele possa corrigir os erros detectados. Nesse caso, o informe deverá ser enviado por correspondência, SMS e também ficará disponível no Meu INSS.

Assim que receber a notificação, o cidadão terá até 30 dias para reajustar o que lhe foi solicitado. No caso daqueles que precisarem de perícia médica, será preciso realizar o agendamento prévio, ficando sujeito à atrasos gerenciados pelo próprio órgão.

Conseguindo ser atendido, o sujeito tem acesso ao resultado de seus exames a partir das 21h do dia em que fez o procedimento. Para isso, basta selecionar a opção “Laudos Médicos”, onde haverá os detalhamentos de sua perícia sendo possível recorrer em uma decisão contrária.

Como agendar perícia médica do inss?
Acesse a Página do Meu INSS (internet ou App);
Após o Login vá até a opção “Agende sua Perícia” no menu esquerdo;
Clique em “Agendar Novo”;
Acompanhe o pedido em “Resultado de requerimento/Benefício por incapacidade”;
Compareça na data marcada.

Quais regras exigidas pelo auxílio doença?
Para permanecer recebendo o abono é preciso:

Possuir 12 contribuições mensais à Previdência Social;
Estar incapacitado temporariamente para o trabalho;
Comprovar, por meio de laudos e consultas, os problemas de saúde que impossibilitam o trabalho;
Estar afastado do trabalho há mais de 15 dias consecutivo, devido à mesma doença; ou
Estar afastado do trabalho há mais de 15 dias intercalado, em um prazo de 60 dias, por causa da mesma doença.

Documentos exigidos na atualização:
Documento original de identificação com foto (RG, CNH ou CTPS);
Documentos médicos originais do beneficiário (exames, laudos, receitas para comprovar a doença e o tratamento)
Procuração ou termo de representação legal (tutela, curatela, termo de guarda), se houver;
O procurador ou representante legal, se houver, também deve levar documento de identificação com foto (RG, CNH ou CTPS) e CPF
Etapas de atualização do cadastro
Uma vez em que conseguiu regularizar todos os informes acima, já sendo avaliado pela perícia, basta acessar o Meu INSS e renovar seu cadastro. Para isso, siga as etapas abaixo:

Acesse o site gov.br/meuinss ou utilize o aplicativo Meu INSS
Entre com o número do seu CPF e a senha (se não tem, cadastre)
No alto da tela, procure por “Meu Cadastro” e clique nessa opção
A tela exibirá seu nome, número de documentos e dados de contato
Confira se o seu telefone, email e endereço estão corretos
Se necessário, clique em “Editar dados de contato” e faça as correções

É válido ressaltar que se em 30 dias o sujeito convocado não fizer as correções citadas, ele perde o direito de receber seu benefício. Nesse caso, o valor do auxílio é suspenso e só poderá ser reativo sob ordenação judicial.

Para se manter por dentro das principais notícias do INSS, acompanhe nossa página previdenciária exclusiva. Por meio dela você tem acesso aos calendários de pagamento, convocações e mais.

Com informações do site: fdr