sexta-feira, 2 de julho de 2021

Pagamento da 4ª parcela do Auxílio Emergencial 2021 será antecipado; veja o calendário


 
Foto: Reprodução
O pagamento da 4ª parcela do Auxílio Emergencial 2021 será antecipado pela Caixa Econômica Federal. Seguindo a previsão das parcelas anteriores, que todas tiveram antecipação, os beneficiários precisam ficar atentos que a qualquer momento a Caixa vai anunciar o novo calendário.

Em entrevista coletiva o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, já havia confirmado que a quarta parcela também seria antecipada.

A antecipação além de ser benéfica para quem recebe o auxílio emergencial 2021 também é estratégia, já que reduz filas e evita aglomerações.

Na mesma fala, o presidente Pedro Guimarães afirmou que a Caixa deve anunciar o novo calendário nos próximos dias.

“É muito claro que anteciparemos também o quarto ciclo, mas vamos fazer isso daqui a algumas semanas, mantendo a mesma otimização”, declarou Guimarães.

No atual calendário, a quarta parcela começa a ser paga para os beneficiários nascidos em janeiro a partir do dia 23 de julho e termina no dia 22 de agosto, para nascidos em dezembro.

Se confirmada a antecipação, é possível tirar como base o que aconteceu na terceira parcela, que foi antecipada em três semanas. Logo, o benefício que começaria em 23 de julho pode começar a ser pago já nesta semana ou no início da próxima.

4ª parcela do auxílio emergencial 2021 antecipado

Ainda que a antecipação seja dada como certa, até que a Caixa anuncie o novo calendário, os beneficiários devem se ater ao oficial. A quarta parcela do auxílio emergencial 2021 começa a ser paga, para o público geral, dia 23 de julho.
A ordem segue o mês de nascimento do beneficiário. Confira:
Nascidos em janeiro: recebem o crédito em conta dia 23 de julho

Nascidos em fevereiro: recebem o crédito em conta dia 25 de julho

Nascidos em março: recebem o crédito em conta dia 28 de julho

Nascidos em abril: recebem o crédito em conta dia 1º de agosto

Nascidos em junho: recebem o crédito em conta dia 5 de agosto

Nascidos em julho: recebem o crédito em conta dia 8 de agosto

Nascidos em agosto: recebem o crédito em conta dia 11 de agosto

Nascidos em setembro: recebem o crédito em conta dia 15 de agosto

Nascidos em outubro: recebem o crédito em conta dia 18 de agosto

Nascidos em novembro: recebem o crédito em conta dia 20 de agosto

Nascidos em dezembro: recebem o crédito em conta dia 22 de agosto

Beneficiários do Bolsa Família também vão ter a 4ª parcela antecipada?

Não, a antecipação da quarta parcela do auxílio emergencial 2021 só contempla os desempregados e trabalhadores informais inscritos no CadÚnico, ou seja, o público geral.

Quem recebe o Bolsa Família não tem antecipação, porque o calendário de pagamento destes beneficiários é diferente e segue o número final do NIS (Número de Identificação Social).

A liberação do auxílio deles é fixa: quem recebe o Bolsa Família tem acesso ao auxílio emergencial nos últimos 10 dias úteis de cada mês.

Como fica o calendário da 4ª parcela para quem recebe o Bolsa Família?

Para beneficiários do Bolsa Família, o calendário de pagamento segue o número final do NIS. Este grupo sempre recebe antes do público em geral e já pode sacar ou transferir o benefício na mesma data.

Veja como fica o pagamento da 4ª parcela:

NIS com final 1: recebem e podem sacar dia 19 de julho
NIS com final 2: recebem e podem sacar dia 20 de julho
NIS com final 3: recebem e podem sacar dia 21 de julho
NIS com final 4: recebem e podem sacar dia 22 de julho
NIS com final 5: recebem e podem sacar dia 23 de julho
NIS com final 6: recebem e podem sacar dia 26 de julho
NIS com final 7: recebem e podem sacar dia 27 de julho
NIS com final 8: recebem e podem sacar dia 28 de julho
NIS com final 9: recebem e podem sacar dia 29 de julho
NIS com final 0 : recebem e podem sacar dia 30 de julho
Qual o valor da 4ª parcela do auxílio?

O valor da quarta parcela será o mesmo desde o início do auxílio emergencial 2021. Neste ano estão sendo pagos os valores de R$ 150,00, R$ 250,00 e R$ 375,00 dependendo do perfil da família.

Veja abaixo:

R$ 150 – Pessoas que moram sozinhas
R$ 250 – Famílias com mais de uma pessoa e que não são chefiadas por mulheres
R$ 375 – Mulheres provedoras de família monoparental (mães solteira)
Esta será a última parcela do auxílio emergencial 2021?

Não, o Governo Federal anunciou a prorrogação do auxílio emergencial 2021 em mais três parcelas. O benefício que seria pago até julho agora foi estendido para outubro.

No total, serão sete parcelas do auxílio emergencial pagas em 2021. De acordo com o Ministério da Economia, serão pagas mais três parcelas do benefício até que toda a população adulta esteja vacinada.

Quem tem direito ao auxílio emergencial 2021?

Todos os beneficiários que vem recebendo o auxílio emergencial 2021 desde que não tenham tido o benefício suspenso ou cancelado.

É importante lembrar que a Dataprev, sistema que faz a gestão dos dados do auxílio emergencial, está fazendo um pente fino para localizar irregularidades, ou seja, quem está recebendo o benefício mesmo sem ter direito.

Assim como no ano passado, desde que o programa foi criado pelo Governo Federal, podem receber o auxílio emergencial 2021 quem permanece dentro dos critérios, veja:

Tem mais de 18 anos, com exceção de mães adolescentes
Recebe Bolsa Família
Não tem carteira assinada
Não recebe nenhum benefício previdenciário como aposentadoria ou auxílio
Teve rendimento de até R$ 28.559,70 durante todo o ano de 2019
Ficam excluídos também quem tenha CPF vinculado à pensão por morte, seja estagiário, residente médico ou multiprofissional ou ainda receba bolsas de estudo dos governos municipal, estadual ou federal.

Fonte: DCI