sexta-feira, 9 de julho de 2021

Não fez reabilitação profissional? INSS não pode cortar seu benefícios


 

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) suspendeu mais uma vez a obrigatoriedade perante a execução da reabilitação profissional. Até meados de agosto, os aposentados e pensionistas da autarquia não precisam se preocupar com o corte do salário. 
De acordo com as diretrizes publicadas no Diário Oficial da União (DOU) na última segunda-feira, 5, a prorrogação sobre a reabilitação profissional do INSS terá vigência durante os meses de julho e agosto de 2021.
A reabilitação profissional consiste em um programa implementado pelo INSS para amparar os segurados que desejam manter o benefício até que estejam aptos a retornarem ao mercado de trabalho. 
Contudo, essa obrigatoriedade está suspensa desde o início da pandemia da Covid-19, e agora ganhou mais uma prorrogação. Na oportunidade, o INSS justificou que tal decisão foi tomada visando a segurança dos segurados e servidores diante da disseminação do novo coronavírus que permanece grave por todo o país.

Como funciona a reabilitação profissional?

Basicamente, a reabilitação profissional é obrigatória aos segurados que precisaram se afastar das atividades laborais em virtude de alguma incapacidade, mas que não têm condições financeiras para custear um tratamento e voltar à rotina normal.
É nessa parte que o INSS entra, com a oferta de um benefício durante o período de vigência do programa.

Com informações do site: fdr