sexta-feira, 2 de julho de 2021

Governador sanciona o Bolsa do Povo, pagamentos de até R$ 500


 

Pelo Bolsa do Povo, a ideia é unificar os benefícios que já existem no estado de São Paulo, além de aumentar o valor dos repasses. Vale-gás também está incluso

O governador do estado, João Doria, sancionou o projeto que cria o programa Bolsa do Povo em São Paulo. Conforme informações preliminares, a ideia é de unificar os benefícios que já existem no estado, além de aprimorar o alcance para atender aproximadamente 500.000 famílias em 645 municípios. Os novos pagamentos, ao que tudo indica, devem variar entre R$ 100 e R$ 500.

“O Bolsa do Povo é o maior programa social da história de São Paulo.
Ao lado do enfrentamento da pandemia, da preservação da vida, da obediência à ciência, estamos também acompanhando o crescimento acelerado da pobreza, da vulnerabilidade, em São Paulo e no Brasil (...)”, destacou o governador ao comentar sobre o novo programa social, que havia sido anunciado no dia 07 de abril de 2021.

Com a sanção do Bolsa do Povo, o governo de São Paulo ficou autorizado a criar novas ações sociais ou, também, aprimorar os benefícios já existentes. Um comitê gestor, inclusive, já foi designado para gerir e implementar as diretrizes e normas do Bolsa do Povo, conforme informações do portal do governo. Apenas para o ano de 2021, estão previstos recursos de até R$ 1 bilhão para o programa. 

Inclusive, por meio do Bolsa do Povo, o governo estadual criou o Programa Vale-Gás de São Paulo. Essa iniciativa visa pagar três parcelas de R$ 100 para cerca de 500 mil pessoas, no sentido de ajudar na aquisição do gás de cozinha. As unidades familiares que foram selecionadas, dessa forma, constavam no CadÚnico até o dia 19 de fevereiro de 2021. Abaixo, você confere mais informações sobre o Bolsa do Povo o o benefício de vale-gás em SP.


Com informações do site: concursosnobrasil