terça-feira, 20 de julho de 2021

Está na hora de investir em bitcoin! Confira os motivos para iniciar hoje mesmo


 
(Imagem: Jack Guez AFP)
Observando rapidamente o histórico de evolução da cotação do bitcoin, a criptomoeda mais conhecida no mundo, já é possível constatar a razão de ser tão conhecida. Quando a moeda tinha apenas três anos de mercado, em 2011, seu valor era de cerca de US$3. Já no fim do ano passado, o valor saltou para mais de US$30 mil. Saiba mais sobre o bitcoin e se vale a pena investir neste momento.

O bitcoin iniciou o ano de 2021 com um crescimento recorde chegando a passar de US$64 mil, porém logo após, sofreu uma queda vertiginosa que escancarou sua volatilidade.

Porém, nem isso prejudicou o interesse dos investidores que passaram a encarar o bitcoin e os demais ativos digitais como uma opção segura e rentável, para investir nos meses e anos seguintes.

Momento propício para investir 

Este é realmente um bom momento para investir. No final do ano passado, a Fidelity Investments revelou que a cada dez pessoas, seis tinham vontade de investir em moedas digitais. Em 2019 este índice era menos que a metade. 

Além deste dado, cerca de um terço das instituições (36%) ofertam criptomoedas em suas carteiras de investimento. Os números vem para confirmar a popularização dos ativos digitais no mundo. 

Segundo um levantamento realizado pela Bison Trails, startup de blockchain da Coinbase, 80% dos bancos centrais do mundo planejam criar moedas digitas próprias, ao passo que 40% já fizeram provas de conceito.

Investimento em bitcoin exige cuidado 

Investir tudo em bitcoin não é o ideal, porém, pelo menos uma parcela dos investimentos de uma pessoa deve estar alocado em bitcoin e/ou em outras moedas digitais. Assim como o ouro, as criptomoedas são recursos escassos. 

Sendo assim, o investimento em moedas digitais se justifica por ser uma proteção contra a inflação, se tornando a tão falava reserva de emergência.

Isto porque quando o cenário macroeconômico derrubar o investimento em ações e aumentar a variação do dólar, os ganhos com o bitcoin podem ser compensadores para os possíveis prejuízos dos demais ativos presentes na carteira do investidor.

Uma das dicas mais importantes é nunca investir tudo em um único ativo. A melhor opção é sempre diversificar a carteira e ir adquirindo novos recursos segundo seus objetivos, sua renda e desejos.

Com informações do site: FDR