sexta-feira, 2 de julho de 2021

Concurso 2021 da Receita Federal vai contratar peritos; edital foi publicado


 
(Foto: Reprodução Auditoria Interna)
O edital do Concurso 2021 da Receita Federal foi publicado. São 22 vagas abertas para o cargo de perito autônomo, de caráter temporário, para atuar na Alfândega do Belém do Pará. As oportunidades são para candidatos de níveis técnico e superior.

Concurso da Receita Federal

Um novo edital do concurso público da Receita Federal foi publicado. Nessa seleção serão contratados 22 peritos autônomos para trabalharem na Alfândega do Belém do Pará, às vagas são de caráter temporário.

Conforme foi divulgado pelo edital, as responsabilidades e funções do cargo consistem em: “Cada perito credenciado zelar pela observância dos limites de competência legal da profissão que exerça, comunicando à unidade respectiva sobre matéria para qual lhe falte competência legal quando designado para a emissão de laudo.”

Os aprovados terão remuneração mensal de R$ 3.088,85, mais o valor da despesa de transporte, ida e volta, no valor de R$ 1,18 por km.

As inscrições começam a partir do dia 12 de julho e vão até 30 de julho de 2021. Os interessados devem preencher uma ficha de cadastro, disponível nos anexos I e II do edital, e encaminhar para o e-mail: peritos.pa.alfbel@rfb.gov.br.

Quem pode participar?

Confira os requisitos necessários para participar da seleção:Curso de educação profissional técnica de nível médio de Técnico Industrial;
  • Curso de educação superior em nível de graduação do sistema de Ciências Náuticas,  Engenharia Química ou Química.
  • Experiência profissional de no mínimo 2 anos no cargo de perito.

  • Seleção

    O processo seletivo consiste em apenas uma etapa de seleção: análise curricular. Confira quais os documentos serão analisados e à pontuação de cada um:

    • Tempo de atuação como perito credenciado pela ALF/BEL: de 1 a 5 pontos;
    • Tempo de experiência como empregado ou autônomo na área específica: de 1 a 4 pontos;
    • Curso de pós-graduação lato sensu, na área específica: de 1 a 4 pontos;
    • Curso de pós-graduação stricto sensu, na área específica: de 2 a 4 pontos;
    • Curso de especialização na área específica com carga horária superior a 60 (sessenta) horas/aula: de 0,5 a 1 ponto.

    Serão escolhidos os candidatos que obtiverem a maior pontuação dentro dos critérios acima. Os peritos terão contrato de trabalho por 2 anos, podendo ser prorrogado uma única vez pelo mesmo período.

    Com informações do site: Fdr