sábado, 31 de julho de 2021

Caixa deve repassar mais de R$ 5 bi de lucros do FGTS aos trabalhadores


 
(Foto: Reprodução)
A Caixa Econômica vai distribuir parte dos R$ 8,5 bilhões dos lucros do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS). De acordo com o banco, a distribuição começa já no mês de agosto. O acúmulo é referente a todo o período de 2020.

Ao todo, R$ 5,9 bilhões vão direto para os contribuintes cotistas do FGTS. O total previsto é R$ 2,6 bilhões a menos na comparação com o lucro distribuído em 2020.  

O repasse aos cotistas do último ano foi de R$ 7,5 bilhões. Essa diminuição se deve à rentabilidade, que sofreu redução de 25% entre um período e outro.

Ainda que o valor total seja menor, o montante distribuído deve garantir a correção do IPCA. A informação foi dada pelo Fundo do Ministério da Economia.

No entanto, o cálculo divulgado pela imprensa brasileira ainda é preliminar. Caso seja confirmado, o repasse será suficiente para corrigir a variação da inflação acumulada. Em 2020, essa variação fechou em 4,52%.

Quem tem direito ao lucro do FGTS?

Os valores repassados serão destinados aos trabalhadores que registraram saldo positivo no Fundo. Os registros levam em conta a movimentação até 31 de dezembro de 2020. Assim, o repasse será proporcional ao saldo de cada conta na data mencionada.

Entretanto, o lucro adicionado à conta do trabalhador passa a integrar o FGTS dele. Assim, só poderá ser usado em uma das circunstâncias previstas em lei específica.

O FGTS pode ser sacado em casos como demissão sem justa causa e calamidades. Além disso, o saldo pode ser utilizado na compra ou quitação de imóvel próprio. Doenças graves também possibilitam o acesso adiantado ao Fundo.

Distribuição dos lucros gerados pelo FGTS

Diferente do que se imagina, o FGTS não fica estagnado na conta. Parte dele é utilizada em empréstimos para aquisição de imóveis. Pode ser usado também para investimentos em saneamento, obras de infraestrutura etc.

Dessa forma, a Caixa recebe os juros dos empréstimos concedidos. São eles que geram lucro sobre o FGTS, os quais devem ser distribuídos aos trabalhadores. Essa prática começou em 2016, cujo percentual foi sendo alterado ao longo do tempo.

A última remuneração foi de 3% mais 1,84% do lucro. A remuneração foi acima dos dados que a Caixa projetava.

Para consultar seu saldo e os detalhes do FGTS, basta acessar o site do Fundo ou baixar o app Meu FGTS.

Com informações do site: EDITAL CONCURSOS BRASIL