segunda-feira, 19 de julho de 2021

BPC: Crianças e jovens podem receber auxílio de R$ 1,1 mil oferecido pelo Governo Federal.


 
Foto: Reprodução

O Benefício de Prestação Continuada (BPC) pode ser solicitado por crianças e adolescentes de baixa renda. O auxílio oferecido pelo Governo Federal é referente a um salário mínimo (R$ 1,1 mil). A solicitação deve ser feita junto ao Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS).


A maioria dos beneficiários do BPC é composta por idosos. Contudo, jovens que possuem algum tipo de deficiência também podem receber assistência. Dessa forma, o benefício é pago por conta da deficiência física ou mental, não por impossibilidade de trabalhar.

Para solicitar, quando o cidadão tiver menos de 18 anos, os pais devem reunir a documentação necessária. Ao provar a condição de limitação da criança junto ao INSS, o BPC é concedido.



Antes de requerer o benefício, é preciso estar inscrito no Cadastro Único (CadÚnico). Trata-se de um programa governamental que coleta dados pessoais e trabalhistas. Dessa forma o Governo consegue identificar e dar suporte a quem precisa.



Para estar devidamente cadastrado serão necessárias informações do segurado e do núcleo familiar. Dados como situação de moradia, profissão, renda, escolaridade, gastos mensais, entre outros, precisam ser fornecidos.

Confira os critérios para se inscrever no CadÚnico:

Ter renda mínima mensal de até meio salário mínimo por pessoa (R$ 550);
Ter renda familiar mensal de até três salários mínimos (R$ 3.300);
Nomear um membro responsável pelo grupo familiar, desde que tenha 16 anos ou mais, para ser o titular do cadastro;
O chefe do grupo familiar deve ser, preferencialmente, mulher e apresentar o CPF e/ou Título de Eleitor;
Famílias indígenas e quilombolas podem apresentar qualquer um dos documentos citados a seguir.
Todos os membros da família devem apresentar pelo menos um dos seguintes documentos (o titular tem que fornecer a documentação completa).

Confira os documentos necessários para o CadÚnico:

Certidão de Nascimento;
Certidão de Casamento;
CPF;
RG;
Certidão Administrativa de Nascimento do Indígena (RANI);
Carteira de Trabalho;
Título de Eleitor.

O cadastro demora 15 dias para ser analisado pelo poder público. Depois, basta entrar em contato com o CRAS onde o registro foi realizado. Após aprovação, será fornecido o Número de Identificação Social (NIS).

Benefícios que o cidadão tem direito pelo CadÚnico:

Programa Bolsa Família;
Programa DF sem Miséria;
Programa Bolsa Alfa;
Benefício de Prestação Continuada (BPC/Loas);
Programa Morar Bem;
Isenção de taxas em concursos públicos federais;
Isenção de taxas em concursos públicos distritais;
Telefone Popular;
Fomento às atividades produtivas rurais;
Tarifa social de energia elétrica;
Tarifa social de água;
Carteira do idoso;
Carta social;
Redução da contribuição previdenciária para fins de aposentadoria de dona de casa;
Programa Identidade Jovem;
Auxílio emergencial durante a pandemia da covid-19.

Obs.: cada benefício tem seus próprios critérios. O cadastro na plataforma não garante o recebimento de todos eles.

Com informações do site:  redebrasilnews