sábado, 3 de julho de 2021

A difícil tarefa de formar um governo na Suécia


 
(TT News Agency/AFP)
O líder do Partido Conservador sueco, Ulf Kristersson, finalmente abandonou, nesta quinta-feira (1º), sua tentativa de constituir uma maioria para se tornar primeiro-ministro, deixando essa tarefa para o social-democrata Stefan Löfven, chefe do Governo cessante.

“As condições parlamentares para formar um novo governo de direita simplesmente não existem”, disse em entrevista coletiva Kristersson, líder do Partido dos Moderados, a primeira formação de oposição.

Depois de manter uma primeira rodada de negociações com os líderes do partido no início dessa semana, o presidente do Parlamento anunciou na terça-feira que havia incumbido Kristersson de tentar obter apoio para formar um governo.

Com informações do site: ISTOÉ