terça-feira, 1 de junho de 2021

Saque aniversário do FGTS: Nascidos em maio e junho devem ficar atentos; entenda!


 
Foto: Reprodução
Calendário do saque aniversário tem datas decisivas nesta semana. Os trabalhadores que quiserem aderir a nova modalidade do FGTS devem ficar atentos. Aqueles nascidos no mês de maio tem até esta segunda-feira (31) para fazer a portabilidade. Já a partir desta terça-feira (01), a Caixa iniciará os pagamentos nos aniversariantes de junho. Confira.

Mais uma virada no cronograma do saque aniversário pelo FGTS. Ao longo dos próximos dias, os aniversariantes do mês de junho passarão a receber os valores do benefício em suas contas bancárias.
A Caixa, responsável pelos envios, dará o prazo de até 31 de agosto para que os titulares façam suas retiradas.

Quanto vou receber pelo saque aniversário?
A definição exata da quantia varia de acordo com a faixa de renda do titular. Para determinar os repasses a Caixa Econômica e o Governo Federal validaram os seguintes grupos orçamentários:
As sete faixas do saque-aniversário

Valor do saldo (em R$) % do saldo que pode ser sacado Parcela adicional fixa Saque total no piso da faixa Saque total no topo da faixa

Até R$ 500 50% 0 —– R$ 250
De R$ 500,01 a R$ 1.000 40% R$ 50 R$ 250 R$ 450
De R$ 1.000,01 a R$ 5.000 30% R$ 150 R$ 450 R$ 1.650
De R$ 5.000,01 a R$ 10.000 20% R$ 650 R$ 1.650 R$ 2.650
De R$ 10.000,01 a R$ 15.000 15% R$ 1.150 R$ 2.650 R$ 3.400
De R$ 15.000,01 a R$ 20.000 10% R$ 1.900 R$ 3.400 R$ 3.900

Acima de R$ 20.000,01 5% R$ 2.900 R$ 3.900 ilimitado


Como aderir ao saque aniversário?

Se você ainda não fez a portabilidade, ela deve ser realizada através do aplicativo do FGTS ou site Caixa.
Para se conectar a ferramenta basta informar seus dados de identificação pessoal, como nome completo, data de nascimento e número do CPF.

Uma vez conectado, selecione a função ‘saque aniversário’ e uma mensagem será exibida explicando as regras de acesso. É importante ressaltar que, sendo feita a portabilidade o sujeito terá que aguardar um período de carência de ao menos dois anos caso deseje retomar a função tradicional pelo FGTS.
Além disso, os inclusos no saque aniversário perdem o direito de receber valores em caso de demissão sem justa causa. De modo geral, o único pagamento anual a ser feito pelo fundo de garantia se torna a modalidade escolhida.

No que diz respeito ao tempo de solicitação e prazo de pagamento, o cidadão deve ficar atento a sua data de nascimento. Para ser um contemplado ainda em 2021 significa que ele deve ter nascido entre maio e dezembro, sendo este dia 31 o último para a inclusão dos aniversariantes de maio.

Calendário do saque-aniversário FGTS 2021

Mês do aniversário Início do saque Fim do saque
Janeiro 4 de janeiro de 2021 31 de março de 2021
Fevereiro 1º de fevereiro de 2021 30 de abril de 2021
Março 1º de março de 2021 31 de maio de 2021
Abril 1º de abril de 2021 30 de junho de 2021
Maio 3 de maio de 2021 31 de julho de 2021
Junho 1º de junho de 2021 31 de agosto de 2021
Julho 1º de julho de 2021 30 de setembro de 2021
Agosto 2 de agosto de 2021 31 de outubro de 2021
Setembro 1º de setembro de 2021 30 de novembro de 2021
Outubro 1º de outubro de 2021 31 de dezembro de 2021
Novembro 1º de novembro de 2021 31 de janeiro de 2022
Dezembro 1º de dezembro de 2021 28 de fevereiro de 2022


Quando vale a pena aderir ao saque aniversário?

O benefício se torna válido para os trabalhadores em início de carreira que ainda não apresentam um saldo alto em sua conta. Pessoas mais jovens ou demais cidadãos que não estiveram vinculado ao FGTS durante a jornada de trabalho tendem a ser os maiores contemplados. Uma vez em que mesmo sem histórico receberão mensalidades anuais.

Já para quem está com um saldo em alta no FGTS, a adesão tende a não ser tão benéfica. Os trabalhadores próximos de suas aposentadorias, por exemplo, recomendam-se permanecer na modalidade tradicional pois terão direito ao saque total quando encerrarem o tempo de serviço.

No caso de um plano de carreira mais instável, tendo em vista que o saque aniversário não permite retiradas do FGTS em demissões, a nova modalidade também não se torna tão positiva.


Com informações do site: FDR