terça-feira, 1 de junho de 2021

Lista de aplicativos oficiais para consultar auxílio emergencial e Bolsa Família


 
Foto: Reprodução
Segurados do auxílio emergencial podem fazer consulta pela internet. Nas últimas semanas e até o mês de agosto a Caixa Econômica Federal estará realizando o pagamento das mensalidades do coronavoucher. Com a abertura de novos períodos de contestação, muitos estão em dúvidas quanto a inclusão e valor de seus benefícios. Saiba como descobrir tais informações por aplicativo.

A liberação do auxílio emergencial está entre as principais buscas do Google. Apesar do benefício funcionar desde o ano de 2020, há ainda diversas dúvidas quanto ao cadastramento, regras, valores, entre outras questões.
Desse modo, para otimizar o atendimento, o governo federal e a Caixa Econômica criaram e atualizaram alguns aplicativos para consulta.

Aplicativo do Bolsa Família

No caso dos segurados do Bolsa Família, as informações sobre o auxílio emergencial ficam disponíveis através do extrato de pagamento. O cidadão que ainda não estiver conectado, deve instalar a ferramenta em seu celular e se cadastrar informando os dados de identificação pessoal do titular do projeto.

Aplicativo auxílio emergencial

A Caixa criou ainda um aplicativo específico e exclusivo do auxílio emergencial. Nesse caso é possível fazer consultas não só para quem foi incluso pelo CadÚnico, como também os segurados do Bolsa Família.
Informando o nome completo, data de nascimento e número do CPF o titular consegue acompanhar seu extrato, datas de pagamentos e até mesmo gerar comprovante de recebimento.

Caixa Tem

Outra forma de consulta é através do Caixa Tem. Disponível também para ambos os grupos, a ferramenta vem funcionando como a carteira digital oficial que efetiva os pagamentos do auxílio. Para ter acesso o cidadão deve informar os mesmos dados acima.

Uma vez conectado, é possível não só fazer consultas, como também efetivar pagamentos, transferências, puxar extrato e demais serviços bancários. A retirada do benefício pelo Caixa Tem é realizada em caixas eletrônicos vinculados a Caixa, sendo necessário informar o código de acesso disponível no app.

Falsos aplicativos

O governo e a Caixa reforçam que a população deve ficar atenta as ferramentas oficiais do governo. Evitando acesso e fornecimento de seus dados em links de WhatsApp e demais páginas que não são públicas.


Com informações do site: FDR