quarta-feira, 30 de junho de 2021

Golpistas roubam dados de segurados do INSS; Veja o que fazer


 
Foto: Reprodução

Na última semana, o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) alertou para um golpe que está sendo aplicado. De acordo com o órgão, estelionatários estão utilizando a prova de vida para roubar dados pessoais. Confira as informações.

O golpe consiste em uma ligação solicitando dados do segurado para realizar a “prova de vida online”. Depois, o golpista entra em contato por WhatsApp e solicita foto de documento pessoal para finalizar a operação.

Vale ressaltar que os golpistas costumam aplicar o crime em diversos cidadãos. A fala apresenta clareza e confiança, o que pode confundir a vítima.

Os golpes se popularizaram após a prova de vida ter a opção de biometria facial implantada. No caso, a inovação veio por conta da pandemia, a fim de garantir segurança aos segurados.

Anteriormente, o beneficiário precisava se deslocar pessoalmente a uma agência para provar que estava vivo. 

Por isso, o INSS afirma que não faz contato por telefone para solicitar dados referentes à prova de vida. A indicação do próprio Instituto é para desligar o telefone imediatamente e não fornecer qualquer informação.

“O INSS entra em contato com o cidadão em situações específicas e para informar a respeito de procedimentos, andamento de requerimentos ou realizar reagendamentos, e, em nenhum momento solicita qualquer informação, como CPF, nome da mãe ou senhas”, explica o INSS. 

Além disso, o beneficiário também pode ser contatado de outras formas oficiais. É possível receber e-mail, SMS ou carta. Todos os contatos reais são feitos por canais oficiais de atendimento; são eles:
 Meu INSS;
 Central de Atendimento 135;
 SMS identificado como 280-41.

Dicas de segurança:
Uma das orientações do INSS é manter os dados cadastrais sempre atualizados. Como o contato é feito com base nos meios informados pelo segurado, fica mais fácil identificar um golpe. A atualização cadastral pode ser realizada pelo Meu INSS ou pelo telefone 135.

É importante destacar que os funcionários do INSS poderão solicitar informações como CPF e nome da mãe. O procedimento serve apenas para confirmar a identidade do beneficiário.

“O cidadão que tenha sido notificado e tenha alguma dúvida, ele poderá ligar no 135, o telefone oficial do INSS para ter mais informações. Poderá ainda buscar atendimento por meio do chat humanizado da assistente virtual do INSS, a Helô”, informou o órgão.

Caso o cidadão acredite ter caído em algum golpe, a orientação é entrar em contato com o INSS. Além disso, a ocorrência deve ser informada à Polícia Civil, em alguma delegacia da sua cidade.

Com informações do site: Edital Concurso Brasil.