sábado, 26 de junho de 2021

Bolsonaro diz que vai apresentar provas de que ganhou no 1º turno


 

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) voltou a falar que tem provas que ganhou as eleições de 2018 no primeiro turno. Ele afirmou que deve expor as provas, mas não disse quando e nem como. 

O corregedor-geral do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministro Luís Roberto Salomão, também deu 15 dias para que Bolsonaro apresente ao provas. O prazo tem contado desde o início da semana, quando o presidente teria falado sobre fraudes nas eleições.

Em nenhuma ocasião Bolsonaro apresentou qualquer prova ou documento para embasar a sua tese.

Salomão também autorizou a abertura de procedimento administrativo para verificar se algum acontecimento comprometeu as eleições de 2018. A medida tem com intuito aprimorar as eleições de 2022, caso algo seja encontrado.

“Tenho certeza, prezado ministro do STF Luís Roberto Barroso, que fui eleito no primeiro turno e tenho provas disso. Eu acredito que só fui eleito porque tinha muitas pessoas que acreditavam em mim. 
 Vou apresentar”, disse o presidente Bolsonaro durante encontro com empresários em Chapecó (SC).

Declaração de Bolsonaro é antiga

Desde 2019 Bolsonaro afirma uma suposta fraude, mas não apresenta provas. Fatos este que tem causado manifestações de autoridades.

Uma delas é o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, que já desafiou Bolsonaro a apresentar documentação de suas declarações.

“Nunca houve fraude documentada, jamais. Se o presidente da República ou qualquer pessoa tiver alguma prova de fraude ou de impropriedade, tem o dever cívico de entregá-la ao Tribunal Superior Eleitoral. Tô esperando de portas abertas e de bom grado”, disse em entrevista à CNN Brasil.


Com informações do site: noticiasconcursos