quarta-feira, 26 de maio de 2021

Sensação de estagnação no trabalho e na carreira – O que fazer?


 
Foto: Reprodução
A sensação de estagnação no trabalho pode estar lhe impedindo de enxergar oportunidades e caminhos promissores que, muitas vezes, estão diante de você. Assim, a sensação de que está “tudo parado” pode fazer com que a zona de conforto se torne ainda mais intensa, criando um verdadeiro loop dentro do ambiente corporativo. Quebrar esse tipo de situação não é fácil, mas é possível. E é sobre isso que discutiremos hoje.

O que fazer diante da sensação de estagnação no trabalho e na carreira?
A sensação de estagnação no trabalho pode aparecer de uma maneira intensa, em diversas áreas de atuação e momentos de nossas vidas. Ela vem acompanhada da sensação de que não temos mais como crescer ou tomar decisões que mudem a nossa rotina. É como se já tivéssemos feito tudo que poderia ser executado.

Lidar com esse tipo de sensação é de suma importância para que ela não se torne uma apatia no trabalho e, em casos mais extremos, uma “depressão empresarial”, podemos assim dizer.

A seguir, damos algumas sugestões importantes para lidar com isso. Veja:

1- Analise o seu cenário atual
Antes de qualquer coisa, você precisa reservar um tempo para analisar o cenário atual. Sente-se em um lugar confortável, pegue lápis e papel e comece a traçar quais são as características do seu trabalho atual.

Quais são os desafios? Quais são as decisões importantes que você toma? Quais são as tarefas simples? E assim por diante. Reconhecer a realidade atual pode lhe dar pistas de quais caminhos podem vir a ser promissores.

2- Pense nas possibilidades de mudança ao sentir sensação de estagnação no trabalho
Com tudo mapeado em suas mãos, comece a destacar quais pontos merecem mudanças. Você tem se sentido entediado durante uma parte do dia? Então analise quais atividades poderiam ser executadas durante esse período. Você tem percebido que determinada tarefa não combina com o seu perfil? Então analise qual cargo poderia ser mais coerente com a sua personalidade e forma de trabalhar.

3- Saiba quais são os seus sonhos para o futuro
Além de analisar toda a situação atual e as possíveis mudanças que podem começar a acontecer, reserve um tempo para traçar quais são os seus sonhos para o futuro. Assim, além de trabalhar em mudanças sobre o presente, você também já pode começar a fazer o seu planejamento de carreira. Aonde você quer chegar?

4- Trace um plano para realizar os seus sonhos
Agora que você já tem uma visão mais aprofundada acerca dos seus sonhos e aonde você quer chegar, comece a traçar um plano. Lembre-se de que este plano deve ser desenvolvido em paralelo à sua realidade atual. Ou seja, você não precisa abrir mão do que tem hoje para traçar um plano para o futuro.

Sendo assim, comece a estabelecer metas e prazos para você experienciar novos caminhos.

5- Comece a executar o seu plano
Em paralelo à sua rotina e às suas mudanças atuais, comece a executar o seu plano. Por exemplo, se a sua ideia é ser promovido, estude e faça atualizações importantes para conseguir o cargo maior. Se a sua ideia é trocar de carreira, comece a se especializar e já busque oportunidades perto de você. A execução do plano é a parte mais importante, pois é o momento em que a sensação de estagnação no trabalho começa a se dissipar.

Com informações do site: Notícias Concursos