sexta-feira, 7 de maio de 2021

Prova de vida do INSS volta a ser obrigatória nos próximos dias


 
Foto: Reprodução
A prova de vida é um exame que os segurados do INSS são obrigados a realizar todos os anos. O exame procura evitar fraudes no pagamento de benefícios, onde, para comprovação da prova de vida o segurado precisa comparecer à agência bancária em que recebe o benefício para atualizar suas informações.

No entanto, desde o ano passado em decorrência da pandemia da Covid-19, o INSS acabou suspendendo a realização da prova de vida, de modo a evitar aglomerações e proteger os segurados que são do grupo de risco.

Contudo, desde então, diversos prazos para realização da prova de vida tem sido informados e em seguida cancelados. Porém, para 2021, como vai ficar a situação da prova de vida? Se você está com dúvidas é disso que vamos entender agora.

Suspensão da prova de vida
As últimas informações sobre a prova de vida este ano aconteceu em fevereiro, quando o INSS definiu um novo calendário para o retorno da obrigatoriedade do exame. Nas datas divulgas a prova de vida deveria começar agora neste mês de maio para os nascidos em março e abril.

Contudo, em uma Instrução Normativa do dia 15 de março, o calendário divulgado foi suspenso novamente, liberando ainda uma nova data para quanto a prova de vida será suspenso.

Desde então, o prazo para a suspensão da prova de vida do INSS está valendo até o dia 31 de maio, ou seja, a partir do 1º dia de junho o INSS voltará a exigir a prova de vida aos segurados.

Já, com relação a um novo calendário de obrigatoriedade nada foi definido, e nada impede que o governo o INSS não altere o prazo para realização do exame novamente.

Em todo caso, os segurados precisam ficar atentos, pois até o momento desta publicação 07/05 a prova de vida referente à aposentadoria, auxílio e pensão pagas pelo INSS não serão bloqueadas por falta da comprovação da vida até o dia 31 de maio.

Os segurados que estejam em dúvidas também podem contatar o INSS por meio das suas centrais de atendimento:

Através do aplicativo e site Meu INSS; e
Central de atendimento telefônico 135.

Com informações do site: Jornal Contábil