terça-feira, 25 de maio de 2021

Pix Saque e Pix Troco: Veja como vão funcionar essas duas novas funções de pagamentos


 
Foto: Reprodução

Um novo sistema usando o Pix será criado pelo Banco Central (BC) para permitir fazer saques e recebimento de troco. Na última segunda-feira, 10, a proposta entrou em consulta pública junto à sociedade civil e o mercado incluindo regras para uso das operações, limites e aplicação de tarifas.

A previsão do BC é que o novo sistema comece a ser adotado a partir do segundo semestre deste ano. A consulta pública vai ficar aberta até 9 de junho, sendo que a instituição analisará as sugestões recebidas para melhor adequar as modalidades às necessidades dos brasileiros.

Como vai funcionar o Pix Saque?
Essa nova modalidade, como o nome já diz, vai permitir que o usuário realize uma transferência digital para um estabelecimento e serviço, recebendo o valor em dinheiro de forma integral.

Como vai funcionar o Pix Troco?
Já essa forma abrange compras ou transferências de valores acima dos que estão sendo cobrados, com o cliente recebendo a diferença em espécie.

Quatro retiradas por mês de até R$ 500
De acordo com o BC, os usuários poderão fazer quatro retiradas gratuitas por mês, seja nas modalidades Pix Saque ou Pix Troco, com tarifas descontas na conta apenas depois das operações serem concluídas. Além disso, essas operações devem seguir um teto máximo de R$ 500.

Os estabelecimentos poderão optar por quais serviços deseja ofertar entre outros detalhes, como por exemplo, períodos de disponibilidade ou valores múltiplos que facilitem a conversão em espécie, por exemplo.
Com isso, a ideia do BC é aumentar a quantidade de redes de saque e ampliar a competição entre empresas do setor financeiro.

As novas funções também envolvem estabelecer regras para a disponibilização de retirada de recursos em espécie. As principais beneficiadas devem ser as instituições que não contam com rede de agências ou parcerias com caixas eletrônicos, que poderão fazer uso da rede de estabelecimentos comerciais.

Com informações do site: edital concursos brasil