terça-feira, 11 de maio de 2021

Governo está preparando “programa social robusto”, diz Senador


 
Foto: Reprodução
O Líder do Governo no Senado, o Senador Fernando Bezerra (MDB-PE), disse nesta segunda-feira (10) que o Palácio do Planalto está preparando um novo programa social. De acordo com ele, esse novo projeto será robusto e também contará com distribuição de renda.

Bezerra não deu muitos detalhes sobre o programa em questão, mas deixou claro que a ideia é que o Governo apresente o texto no próximo mês de julho. Sendo assim, ele disse que os pagamentos do novo benefício começariam no mês de agosto.

A ideia é portanto começar esses repasses assim que o Auxílio Emergencial chegar ao fim. Assim, ainda de acordo com o Senador, um projeto acabaria suprindo a ausência do outro. Bezerra disse ainda que o objetivo é fazer uma espécie de versão melhor do Bolsa Família.

Nessa nova versão o Governo pagaria valores maiores do que o atual Bolsa Família. De acordo com dados do próprio Ministério da Cidadania, a média de pagamentos do programa hoje é de R$ 190 por família. Agora, o novo projeto pagaria em média R$ 250 no novo formato.

O Senador disse ainda que o Governo vai contar com cerca de R$ 35 bilhões para os pagamentos desse novo programa. E isso está dentro do orçamento do Planalto para este ano de 2021. Dessa forma, a base governista não teria que descobrir de onde tirar mais dinheiro para fazer os repasses.

R$ 35 bilhões
Como o próprio Senador disse, o Governo Federal tem R$ 35 bilhões para fazer esses repasses nesse suposto novo programa este ano. Isso é suficiente para que eles façam um programa maior do que o atual Bolsa Família. Isso tanto em número de beneficiários como em valores de pagamentos.

Hoje, de acordo com os números do Ministério da Cidadania, o Governo paga o Bolsa Família para cerca de 14 milhões de pessoas. E como dito, a média de pagamentos do benefício gira na casa dos R$ 190. Com os R$ 35 bilhões dá para aumentar esses números.

No entanto, esse mesmo montante não permite que o Planalto faça um programa maior do que o atual Auxílio Emergencial. Esse novo projeto está pagando dinheiro para cerca de 40 milhões de brasileiros. O Governo não pretende pagar o novo Bolsa Família para essa quantidade de pessoas nem nas projeções mais otimistas.

Programas do Governo
Quando se fala no futuro pós-auxílio emergencial, o que se vem na cabeça neste momento é incerteza. É que as falas desencontradas de membros do Governo podem estar revelando uma certa confusão dentro do Palácio do Planalto. O próprio Presidente voltou atrás algumas vezes quando estava falando sobre esse assunto.

O Ministro da Cidadania, João Roma, chegou a dizer recentemente que o Governo não vai criar um programa novo, mas apenas reformular o atual Bolsa Família. É diferente portanto do que disse Bezerra. De acordo com o Senador, o país vai sim criar um novo programa, e ele será robusto.

Isso também é diferente do que disse o Ministro da Economia, Paulo Guedes, que falou recentemente que o país vai criar o Renda Brasil, programa que chegou a ser cogitado no ano passado e não chegou a sair do papel. Neste momento, portanto, não dá para saber qual dessas ideia vai de fato para frente.


Com informações do site: Notícias Concursos