quinta-feira, 6 de maio de 2021

Confira quem poderá receber salário-família 2021 do INSS..


 
Foto: Reprodução
O salário família é um benefício pago pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) ao empregado, incluindo o doméstico, e ao trabalhador acotodo, todos com filhos de até 14 anos, mas se tiverem alguma deficiência não há limite de idade.

Para ter direito ao benefício é necessário se enquadrar em um limite de renda. A família deve receber até R$ 1.425,56 por mês, mas esse valor geralmente é atualizado todos os anos pelo governo, é preciso estar atento.

Para consultar a remuneração mensal do beneficiário, o INSS considera o valor total do salário de contribuição. Assim, aqueles que têm mais de uma fonte de renda precisam somar os valores para verificar se podem receber o salário familiar.

Quanto é pago no salário da família?

O valor a que cada beneficiário tem direito no salário família depende do número de filhos (menores de 14 anos ou deficientes), e para cada dependente é adicionada uma cota mensal de R$ 48,62. Veja abaixo:

1 criança: R$ 48,62
2 crianças: R$ 97,24
3 crianças: R$ 145,86
4 crianças: R$ 194,48
5 crianças: R$ 243,10

E assim por diante, não há limite para as crianças

Como pedir o salário da família?

Para solicitar o salário familiar, depende de qual perfil o interessado se encaixa, siga:

Empregado formal e empregado doméstico: a solicitação deve ser feita diretamente ao empregador;

Trabalhador único: deve solicitar o benefício ao órgão sindical ou de gestão do trabalho no qual está vinculado;

Aposentados: A solicitação deve ser feita ao INS através do portal ou aplicativo Meu INSS.

Benefício deve ser renovado

Para continuar recebendo o salário família todos os anos, é sempre necessário apresentar em novembro, a carteira de vacinação de dependentes de até 6 anos de idade.

Além disso, é necessário comprovar a frequência escolar de dependentes entre 7 e 14 anos a cada seis meses, nos meses de maio e novembro. A comprovação da frequência escolar deve ser disponibilizada pela escola.

Com informações do site: Rede Brasil News