quarta-feira, 26 de maio de 2021

Concurso Bombeiros abre inscrições com Novo Edital, são 405 vagas para o segundo semestre.


 
Foto: Reprodução
O próximo edital do Corpo de Bombeiros Militar do Pará deve ser publicado no segundo semestre deste ano. A informação foi confirmada recentemente pela secretária de Planejamento e Administração do Estado, Hana Sampaio Ghassan, ao responder perguntas em suas redes sociais sobre o Concurso Bombeiros PA e outros três certames previstos no estado.

Ao ser questionada sobre a previsão do edital para o concurso do Corpo de Bombeiros, a secretária disse: “Ainda estamos na fase de licitação da banca organizadora. Uma etapa anterior ao edital. Mas pelo nosso cronograma, se tudo correr dentro do planejamento, será no segundo semestre de 2021.”

Em 14 de maio, foi formada a comissão especial de licitação do concurso, grupo que ficará responsável pela contratação da banca. Mesmo sem uma data definida, a expectativa é que o processo de licitação seja aberto nos próximos dias.

Concurso Bombeiros PA 2021

No mês de fevereiro, o governador do Estado do Pará, Helder Barbalho anunciou o concurso, que deve ofertar 405 vagas imediatas. “Este Estado cresce, a população aumenta e junto precisa que as tropas também se equiparem proporcionalmente a ampliação populacional. Nós deveremos lançar nos próximos dias o edital de licitação para o concurso, incialmente, com 405 novas vagas para o Corpo de Bombeiros do Pará”, disse na ocasião.

Até o momento, o governo do Estado não divulgou os cargos previstos para o certame. Contudo, a oferta pode incluir oportunidades para as carreiras de soldado e oficial do Corpo de Bombeiros Militar do Pará.

Último concurso Bombeiros PA

O último concurso da corporação no estado do Pará foi realizado entre 2015 e 2016. Na ocasião, fora ofertadas 330 vagas, sendo 300 para soldados e 30 para oficial. As oportunidades contemplaram candidatos de ambos os sexos.

Para concorrer ao cargo de soldado, os candidatos deveriam ter concluído a primeira série do ensino médio até a data da matrícula no curso de formação profissional. Já para a carreira de oficial, era necessário ter o ensino médio completo. Ter a CNH nas categorias A e B era um requisito para ambos os cargos.

Os candidatos foram avaliados em quatro etapas, a saber: prova objetiva, exame antropométrico e médico, testes de aptidão física e exame psicotécnico. Os aprovados deveriam ainda passar pelo curso de formação profissional. Após a conclusão do curso, a remuneração era de R$ 2.521,60 para praças e de R$ 5.469,59 para oficiais.

Com informações do site: Rede Brasil News