domingo, 30 de maio de 2021

Bolsonaro rebate críticas sobre valor do auxílio emergencial: “Pega do agiota”


 
Foto: Reprodução

Em seu tradicional pronunciamento às quintas-feiras, o presidente Jair Bolsonaro afirmou, nesta quinta hoje (27/5) que é grande a capacidade de endividamento do país devido ao orçamento destinado ao programa de auxílio emergencial.

“Se você acha que o governo pode se endividar, para dar recurso a você, vai no banco pegar empréstimo.
Se não conseguir, pega do agiota, pega do parente. Vai ver a dificuldade não só pra conseguir, mas pra pagar”, disse em resposta às críticas sobre o valor do auxílio.

De acordo com Bolsonaro, o governo federal evitou a “destruição de empregos formais” e voltou a condenar governadores e prefeitos acusando eles de “fecharem tudo, obrigar a ficar em casa e destruir milhões de empregos”.

Sem mencionar de forma direta, Bolsonaro rebateu o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
“Um candidato ladrão que diz que dará R$ 600 de auxílio quando for presidente (…) Por que não deu lá atrás?”.
 

Com informações do site:  expressodosertao