sábado, 29 de maio de 2021

Baixo rendimento no trabalho: Como reverter essa situação?


 
Foto: Reprodução
O baixo rendimento no trabalho pode aparecer em diversas fases de nossas vidas. Seja por questões internas ou externas à empresa, a baixa produtividade esgota a motivação e a qualidade de vida no trabalho. Por isso, encontrar meios de lidar com ela é de suma importância para garantir o crescimento profissional. A seguir você encontra algumas sugestões quanto a isso.

Como reverter o baixo rendimento no trabalho?
O baixo rendimento no trabalho precisa ser visto como uma condição presente, e não como uma regra imutável. Isto é, não se sinta uma pessoa improdutiva, mas sim, sinta-se uma pessoa que está improdutiva.

Somos seres humanos e, por isso, não conseguimos manter o equilíbrio mental todos os dias, em nossas vidas.
Nossas emoções, às vezes, podem tomar conta das nossas ações, impedindo que tenhamos um dia produtivo ou uma rotina de trabalho satisfatória.

No entanto, reconhecer o problema já é um grande passo. E ainda, reconhecer que ele é um problema do presente, e não da vida inteira, é ainda mais importante.

Assim, com essa ideia de que você possa estar improdutivo, ao invés de ser improdutivo, veja as nossas dicas para lidar com isso:

1- Analise a sua satisfação com o seu cargo – e converse sobre isso
Muitas vezes, o baixo rendimento no trabalho pode estar envolvido com a insatisfação no cargo atual. Você pode achar que não combina com a vaga, ou até mesmo sentir que não consegue explorar as suas melhores habilidades.

Se este for o caso, converse com o RH da sua empresa e apresente os pontos. Demonstre quais são as suas aptidões e como você gostaria de ajudar a corporação. Assim será possível realocar você para uma vaga coerente ao seu perfil.

2- Cuide da sua saúde física e mental
Cuidar da sua saúde física também é importante. Isso porque o baixo rendimento no trabalho pode estar associado ao cansaço de noites mal dormidas, ou à ansiedade e ao estresse gerados por maus hábitos.

Em paralelo a isso, lembre-se de que a sua saúde mental também merece atenção, pois quando não cuidamos da mente, tendemos a sobrecarregá-la, desenvolvendo dias mais “pesados” e menos felizes.

3- Priorize os seus momentos de pausa e de descanso
Saber a hora de parar é fundamental. Muitas vezes, o baixo rendimento no trabalho pode estar associado a uma carga excessiva de trabalho.

As pessoas acreditam que fazer “mil coisas” de uma vez pode ajudar a acabar com a lista de tarefas, porém, esquecem-se que esta ação não é saudável, apenas sobrecarrega o cérebro e impede de concluir as atividades.

Por isso, priorize as suas pausas diárias e os seus momentos de descanso – eles são fundamentais.

4- Busque aprimorar as suas habilidades e renovar os seus conhecimentos
Buscar novos conhecimentos e atualizações também pode ajudar. Dessa forma você aprende novas maneiras de lidar com o seu trabalho, encontrando estratégias que podem aumentar a sua produtividade e o seu rendimento. Pense sobre isso!

5- Trabalhe a sua auto motivação
Por fim, busque sempre trabalhar a sua auto motivação. A partir dela você terá um propósito para agir no seu trabalho, fugindo do piloto automático e estabelecendo critérios para seguir adiante com as suas tarefas. Para isso, saiba aonde você quer chegar e o que é necessário para chegar lá! Desse modo, você poderá reverter o baixo rendimento no trabalho.

Com informações do site: noticiasconcursos