quarta-feira, 26 de maio de 2021

Auxílio-doença 2021: INSS muda regra para liberar benefício. Entenda


 
Foto: Reprodução

Quem precisava do auxílio-doença antes da pandemia de covid-19 precisava passar pela perícia médica do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) para que o benefício fosse concedido, porém agora o pagamento pode ser liberado por meio de atestado médico.

A medida tem o objetivo de evitar a aglomeração e filas nas Agências da Previdência Social.
O interessado agora precisa somente anexar ao pedido de benefício um atestado médico comprovando a sua incapacidade em seguir trabalhando por causa de uma enfermidade.

Como pedir auxílio-doença agora?

Todo o processo de requerimento deve ser feito de forma online pela plataforma do Meu INSS.
Basta entrar na sua conta (crie uma, caso ainda não tenha) e depois faça a solicitação do auxílio-doença que o mesmo que benefício por incapacidade temporária.

Importante: pode acontecer do INSS avaliar que é necessária uma avaliação presencial mesmo após o atestado médico ser enviado pelo Meu INSS, nesta situação, o segurado terá sete dias para agendar o exame. Mas se o interessado perder o prazo, o auxílio-doença não poderá ser indeferido pelo instituto, apenas arquivado.

Além do auxílio-doença não precisar mais de perícia médica, outra mudança aconteceu para requerer o Benefício de Prestação Continuada (BPC), as pessoas com deficiência não precisam mais de inscrição no Cadastro Único (CadÚnico) para obter o benefício.


Com informações do site:  editalconcursosbrasil - AMANDA FRANÇA