terça-feira, 4 de maio de 2021

Apresentação pessoal e profissional: Como fazer sem estresse?


 
Foto: Reprodução

A apresentação pessoal e profissional precisa ser feita de uma forma bem pensada para que o recrutador consiga absorver informações importantes sobre você. Trata-se de um momento onde você pode se expressar livremente, apontando as suas qualidades, seus pontos fortes, suas conquistas, etc.

Portanto, nada melhor do que se preparar com antecedência e seguir uma espécie de roteiro autêntico (ou seja, não decorado) para falar sobre si mesmo. E para lhe ajudar nesse sentido, fizemos este guia com um passo a passo para você!

Dicas para fazer uma boa apresentação pessoal e profissional
Para fazer uma boa apresentação pessoal e profissional, você precisa:

Falar sobre suas habilidades e conquistas;
Apresentar empresas que você já trabalhou e em qual cargo;
Falar sobre os seus objetivos pessoais e profissionais;
Mencionar como novo cargo poderá lhe ajudar nesses objetivos;
Demonstrar a sua disposição e estratégias para ajudar a nova empresa.
São estes os cinco pontos fundamentais que devem ser levados em conta. Abaixo damos mais detalhes sobre cada um deles:

1- Fale sobre as suas habilidades que tenham relação com o cargo e mencione conquistas relacionadas à elas

 
Inicie falando o seu nome, obviamente, e elenque as suas habilidades e formações acadêmicas. Aqui, você deve destacar não apenas a faculdade que você fez, mas sim, qual habilidade específica você conseguiu explorar nessa formação. Lembre-se de apresentar apenas habilidades importantes para o cargo no qual você está se candidatando. 

Finalize essa etapa apontando quais conquistas, em outras empresas, você já obteve com esses conhecimentos específicos.

2- Apresente quais empresas relevantes você trabalhou anteriormente

Seguindo o apontamento sobre as outras empresas que você já trabalhou, aproveite o momento para falar sobre as principais.
Selecione 3 que realmente fizeram diferença em sua carreira e disserte brevemente sobre os seus cargos e atribuições em cada uma delas.

3- Fale sobre os seus objetivos pessoais e profissionais

Mencione brevemente quais são os seus objetivos pessoais e elenque os profissionais de maneira mais aprofundada. Fale sobre aonde você quer chegar, quais são as suas pretensões para os próximos anos, e assim por diante. Cuidado para não exagerar nessa etapa: apresente objetivos que sejam promissores, mas que não fujam da realidade do novo trabalho.

4- Elenque de que maneira a empresa irá lhe ajudar nesses objetivos

Saiba mencionar quais são as atribuições e características que a nova empresa poderá disponibilizar como meio de lhe ajudar a alcançar os seus objetivos.

Essa etapa da apresentação pessoal e profissional pode lhe auxiliar no modo como o recrutador enxergará você dentro da equipe, afinal, apresentar um objetivo que nada tem a ver com o novo emprego poderá fazer com que o avaliador entenda que a vaga não tem relação com as suas metas e que isso possa impactar na sua produtividade.


 
5- Fale sobre a sua disposição em ajudar a empresa e como você fará isso

Para finalizar a sua apresentação pessoal e profissional, fale sobre o quanto você poderá ajudar a empresa com as suas habilidades e os seus propósitos. Demonstre a sua disposição em trabalhar no crescimento do negócio e mostre-se sempre aberto. Tudo isso fará com que o recrutador perceba a sua vontade de querer fazer parte da equipe.

Com informações do site:  noticiasconcursos - Camila Silva