terça-feira, 25 de maio de 2021

Aposentado, veja como aumentar o valor do seu benefício em 2021


 
Foto: Reprodução

Os aposentados e pensionistas do INSS que estejam insatisfeitos com os valores recebidos pela previdência possuem direito de solicitar a correção dos valores através de revisão. A revisão é possível para os segurados que recebem:

aposentadoria por idade;
aposentadoria por tempo de contribuição;
aposentadoria especial;
aposentadoria por invalidez;
auxílio-doença;
pensão por morte.

No entanto é preciso se atentar, pois a revisão no valor pago pelo INSS é possível apenas quando ocorre algum erro nos valores pagos durante a concessão do benefício.
Por exemplo, quando o salário foi calculado de forma errada, ou ainda, quando o segurado se aposenta e tempo depois o mesmo ganha o reconhecimento de vinculo empregatício, pois o vínculo empregatício pode ser aplicado para correção nos valores do benefício.

Existem diversas possibilidades que podem agregar o valor do seu benefício, mas é necessário realizar uma análise profunda para encontrar os erros nos valores pagos pelo INSS para que seja possível recorrer na justiça e reaver os valores.

Além disso, quanto mais rápido você pedir a revisão, melhor será para você, tendo em vista que você receberá um valor errado por menos tempo, diminuindo assim o prejuízo financeiro.

Revisão da vida toda

Existem diversas revisões que podem ser solicitadas, no entanto, a que concentra o maior número de pedidos é a revisão da vida toda. A revisão da vida toda procura incluir os salários de contribuição anteriores ao período de julho de 1994 na base de cálculo do salário do benefício.

Isso ocorre porque muitas vezes o segurado tinha o salário maior na década de 1980 e depois com o tempo acabou sendo reduzido, logo, no momento de calcular a média o segurado acabou sendo prejudicado por ser excluído esses salários.

Quanto minha aposentadoria por aumentar?

O salário dos segurados pode ser elevado até o teto da previdência, que em 2021 está em R$ 6.433,57, em muitos casos os valores acabam sendo corrigidos em até cinco vezes.

Vale lembrar que é extremamente importante realizar o cálculo antes de sair pedindo a revisão, pois, assim como a revisão da vida toda pode ser benéfica para vários aposentados, para outros pode não ser tão interessante, chegando a ter o benefício reduzido.

Quem pode pedir a revisão da vida toda

Conforme regra, a revisão da vida toda é permitida para quem se aposentou nos últimos dez anos. No entanto, é necessário realizar o cálculo para constatar se a revisão e vantajosa ou não.

O segurado deverá buscar os salários recebidos antes de julho de 1994, pois muitas vezes essas informações não serão constatadas pelo sistema do INSS.

Logo a recomendação para pedir a revisão é buscar a ajuda de um advogado, primeiro porque a revisão da vida total ocorre judicialmente, sendo necessário um profissional para representa-lo, além disso, o advogado ajudará você a buscar todas as informações necessárias, além de calcular os valores para verificar se compensa ou não entrar com o pedido de revisão.


Com informações do site:  jornalcontabil